Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.451,20
    +74,85 (+0,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.442,21
    +436,10 (+0,97%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,80
    -0,35 (-0,43%)
     
  • OURO

    1.662,90
    -7,10 (-0,43%)
     
  • BTC-USD

    19.456,64
    +322,26 (+1,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    444,42
    +15,64 (+3,65%)
     
  • S&P500

    3.719,04
    +71,75 (+1,97%)
     
  • DOW JONES

    29.683,74
    +548,75 (+1,88%)
     
  • FTSE

    7.005,39
    +20,80 (+0,30%)
     
  • HANG SENG

    17.250,88
    -609,43 (-3,41%)
     
  • NIKKEI

    26.343,45
    +169,47 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    11.541,50
    -14,25 (-0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2269
    -0,0057 (-0,11%)
     

Como saber se um pneu é remold?

Como quase tudo dentro do mercado automotivo, os pneus não estão baratos e muitas pessoas acabam recorrendo a alternativas não muito interessantes para trocar o "calçado" do seu xodó, comprando pneus recauchutados ou até mesmo os remoldados, conhecidos como pneus remold.

Esses pneus possuem uma rodagem bem inferior aos carecas bem utilizados nos carros, mas seu custo de compra não compensa quando comparamos com um completamente novo. Se um pneu remold tem 60% menos de durabilidade e custa apenas 30% a menos, a matemática torna as coisas muito mais fáceis.

Mas você saberia identificar um pneu remold só de olhar para ele? Veja abaixo algumas dicas que pesquisamos e que podem ser úteis na hora de você comprar um pneu e saber se ele passou pelo processo de remoldagem ou não.

O que é um pneu remold?

Antes de identificarmos os pneus remold, é necessário sabermos como eles são feitos. Um pneu remold nada mais é do aquele que passou por um processo completo de reconstrução, com a vulcanização, raspagem e substituição das laterais e da banda de rodagem. Apenas a carcaça do modelo original é preservada.

O pneu remold, olhando de fora, se parece com um modelo novinho em folha (Imagem: Enis Yavuz/Unsplash/CC)
O pneu remold, olhando de fora, se parece com um modelo novinho em folha (Imagem: Enis Yavuz/Unsplash/CC)

Como identificar o pneu remold?

Existem algumas técnicas bem simples para a identificação de um pneu remold além da óbvia: o preço, que é muito mais barato do que um pneu padrão novo e de boa marca. Como ele é refeito quase que por completo, uma boa inspeção pode revelar o truque e te fazer poupar algum dinheiro e muita dor de cabeça.

Tem o nome da fabricante?

O procedimento mais simples de todos é ver se ainda há o nome da fabricante na lateral do pneu. Um pneu que não foi remoldado ainda possui o nome da empresa que o fez, no caso Pirelli, Michelin ou Bridgestone, para citar algumas. Além disso, borracharias, para enganar os clientes, preenchem essa parte com marcas que nem existem. Fique de olho.

Faça isso no ato da compra e deixe o seu borracheiro constrangido.

Grafias do pneu como marca e modelo precisam estar nele. Caso contrário, é remold (Imagem: Divulgação/Pirelli)
Grafias do pneu como marca e modelo precisam estar nele. Caso contrário, é remold (Imagem: Divulgação/Pirelli)

Procure o DOT

Outra técnica muito simples para identificar se um pneu é remold é por meio do DOT, sigla em inglês para “Departament of Transportation”. Oriunda dos Estados Unidos, essa sigla nada mais é do que uma série de números que reúne informações sobre o pneu, como o tamanho, a largura e a data de fabricação do pneu. Os dois primeiros números indicam a semana de fabricação e os dois últimos o ano.

A imagem indica que o pneu foi feito na semana 31 de 2021 (Imagem: Divulgação/ Blog Achei Pneu)
A imagem indica que o pneu foi feito na semana 31 de 2021 (Imagem: Divulgação/ Blog Achei Pneu)

Sendo assim, se o pneu não estiver com esses números grafados na borracha, pode apostar que é um remold, assim como a questão da marca. É bem simples.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: