Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.874,03
    +638,83 (+1,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Como saber se estão usando seu CPF sem sua autorização

·2 min de leitura
  • Banco Central disponibiliza consulta de onde seu CPF é utilizado através do Registrato

  • Consulta no SPC e Serasa pode ser uma boa dica também

  • É importante sempre buscar proteger seus dados pessoais

A cada dia que passa os golpes financeiros vem aumentando e chamando atenção dos cidadãos brasileiros na mídia. Com a situação econômica como está, contrair dívidas pode ser mais devastador do que antes.

Seja através de um golpe que enganou, ou através de um vazamento de dados, muitos brasileiros temem que suas informações pessoais possam estar sendo usadas sem saberem.

Para poder se prevenir de fraudes antes que aconteçam, é possível acessar o Registrato e descobrir se estão utilizando seu CPF de maneira fraudulenta.

A ferramenta do Banco Central permite ao usuário monitorar onde seus dados estão sendo usados, como em contas de banco, pedidos de empréstimos, investimentos, ou algum outro serviço financeiro.

O recurso é gratuito e pode ser acessado aqui

Além disso, a verificação nas plataformas do SPC e Serasa também realiza a consulta de dívidas ligada ao CPF. Então se há alguma dívida sendo contraída, é possível observar por lá também.

Leia também:

O que fazer em caso de uso indevido

Caso descubra alguma irregularidade, é necessário procurar a instituição financeira imediatamente (banco, loja, corretora, companhia de telefone) e avisá-la que se trata de uma fraude. Se possível é bom fornecer provas de que não foi você quem contratou o serviço.

Após isso, a companhia abrirá um processo para verificar a situação e deverá cancelar a dívida sem causar danos ao consumidor. Caso isso não ocorra, deverá ser registrada uma reclamação junto ao Procon ou ainda entrar na justiça contra a empresa.

Segurança do seu CPF

É importante manter sempre seu número de CPF seguro. Especialistas recomendam não passar o número pelo telefone e, em dados cadastrais, a menos que seja obrigatório, preferir sempre não fornecê-lo.

Em caso de roubo é sempre bom realizar um Boletim de Ocorrência, que serve como prova de uso de indevido do documento

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos