Mercado fechado

Como reter melhor o que você aprende no trabalho

·4 minuto de leitura

Todos os anos, as organizações gastam colossais 82,5 bilhões de dólares em treinamento, o que corresponde a 1.111,00 dólares por funcionário, de acordo com a Statista (empresa especializada em dados de mercado e consumidores). Provavelmente, o seu empregador também investe no seu treinamento. Pode ser que você participe de conferências virtuais, webinars ou que já esteja de volta ao trabalho de campo, viajando para reuniões presenciais e híbridas. Mas como você maximiza esse investimento em seu aprendizado, independentemente do formato?

 

Como estrategista de desenvolvimento de aprendizagem, sei que o treinamento só tem sucesso se o aprendizado persistir. Neste artigo, discutiremos maneiras de nos tornarmos alunos mais ativos, usando estratégias de revisão, reflexão e aplicação, que são essenciais para a durabilidade do aprendizado.

 

Quantas vezes você se pega ouvindo um palestrante e pensando: “Uau, que ótima ideia, preciso tentar isso”. Só que depois você volta para a rotina diária, para uma caixa de entrada cheia de e-mails e para as urgências do dia a dia. Aí, você começa a esquecer a tal grande ideia, porque ela não é mais a sua principal preocupação.

 

De acordo com os cientistas cognitivos Henry Roediger e Mark McDaniel em seu livro Make it Stick, esquecemos cerca de 70% de tudo o que lemos ou ouvimos, e “um desafio central para melhorar a forma como aprendemos é descobrir uma maneira de interromper o nosso processo de esquecimento.”

 

A maioria das conferências e seminários online focam no sucesso durante a sessão, sem atenção suficiente para o que acontecerá depois. O desafio para mim e para meus colegas que também trabalham como estrategistas de aprendizagem é construir um método que ajude os alunos a colocar as ideias compartilhadas em prática após o término de um evento.

 

Aqui estão algumas maneiras de aproveitar ao máximo sua próxima oportunidade de aprendizado:

 

RESERVE TEMPO PARA REFLETIR

A reflexão é uma parte crítica da aprendizagem. Ouvir uma apresentação e memorizar informações não é tão eficaz quanto refletir sobre as informações que você ouviu. Quando você presencia uma apresentação e pensa sobre o que acabou de ouvir, é mais provável que se lembre das ideias que foram compartilhadas.

 

Após uma apresentação, reserve um momento para relembrar as principais lições. Pense em como você pode aplicá-las ao seu trabalho, equipe ou setor.

 

Pergunte a si mesmo:

 

Quais foram as ideias principais?

Como posso relacionar essas ideias com o que já sei?

Como posso colocá-las em prática ou aplicá-las no trabalho?

O que posso fazer de diferente?

Quem mais pode se interessar por essas informações?

 

Anote suas respostas e, depois do treinamento, volte de vez em quando às suas anotações. Quando eu comecei a me esquecer de implementar as ideias maravilhosas com que tinha contato em conferências recentes, passei a adotar um caderno de “grandes ideias”, onde anoto minhas principais conclusões. Quando releio minhas anotações, aplico as informações “antigas” à minha situação atual, o que ajuda a mantê-las atualizadas.

 

Se você tiver uma cópia da apresentação em PowerPoint do palestrante, poderá usá-la para refletir as ideias-chave. Pense em como essas ideias podem se aplicar a um desafio ou situação no trabalho.

 

COMPARTILHE SUA APRENDIZAGEM

Resumir e compartilhar seu conhecimento com alguém também é uma boa maneira de relembrar informações. Digite suas principais conclusões, revise-as com sua equipe, chefe ou colegas e partilhe sugestões de como colocar as ideias relevantes em prática. A melhor maneira de aprender é ensinando. Pegue o material da apresentação e analise-o com sua equipe e pense em como aplicar o aprendizado.

 

Ao participar de uma conferência com outros membros de sua equipe, planeje a aprendizagem em grupo, distribuindo as sessões das quais vocês participarão. Agende algum tempo para discussões de acompanhamento entre vocês e para comparar notas. Se você não está participando de conferências como uma equipe, crie lá mesmo um círculo de aprendizagem com amigos ou colegas. Saber que você vai precisar relatar o que está aprendendo o tornará mais responsável e o ajudará a prestar mais atenção. Discutir as principais lições também ajudará a consolidar as informações fundamentais, para que você as relembre mais facilmente.

 

APLIQUE A APRENDIZAGEM

Pense em como você pode aplicar o que está aprendendo. Durante e após a sessão, vincule o aprendizado a uma situação de trabalho. Por exemplo, eu fiz uma aula de oratória e, embora ela não demandasse nenhuma apresentação formal dos alunos, quando falei em minha próxima reunião já apliquei aquele aprendizado.

 

A resolução de problemas é outra maneira excelente de aprender. Pense em um cenário da vida real e use os conceitos que aprendeu para fazer um brainstorming de possíveis soluções.

 

PENSE NO DEPOIS

Ao se preparar para sua próxima oportunidade de treinamento, planeje como fará para manter o aprendizado posteriormente. Expanda seu aprendizado programando e-mails de para aparecerem na sua caixa de entrada com lembretes sobre algum conceito que você aprendeu. Alguns planejadores de conferências enviam até mesmo cartões postais algumas semanas após o evento, para lembrá-lo de suas etapas de ação. Mantenha contato com os oradores, palestrantes e com as pessoas que você encontrou no corredor ou virtualmente.

O post Como reter melhor o que você aprende no trabalho apareceu primeiro em Fast Company Brasil | O Futuro dos Negócios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos