Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,41
    +1,59 (+2,49%)
     
  • OURO

    1.843,10
    +19,10 (+1,05%)
     
  • BTC-USD

    49.399,20
    +47,40 (+0,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.382,11
    +23,55 (+1,73%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.395,75
    +295,50 (+2,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3972
    -0,0153 (-0,24%)
     

Como registrar um NFT na blockchain, passo a passo

Marcus Couto
·4 minuto de leitura
Aprenda a registrar um NFT na blockchain do Ethereum. (Foto: Getty Images)
Aprenda a registrar um NFT na blockchain do Ethereum. (Foto: Getty Images)
  • NFTs são tokens digitais para registro de obras de arte e 'itens' na blockchain.

  • É possível fazer esse registro por meio de sites como o Rarible.com

  • Mas o processo não é gratuito: espere pagar altas taxas para interagir com a blockchain do Ethereum.

Talvez você tenha ouvido falar recentemente nos NFTs – tokens não fungíveis, obras de arte digitais que estão sendo vendidas aos milhões de dólares, por seu valor único registrado na blockchain do Ethereum.

Leia também:

O que são NFTs

Os NFTs são uma espécie de “certificado de autenticidade” e de propriedade digital, que podem ser atribuídos a um determinado arquivo, seja ele um vídeo, uma imagem, ou clipe de música.

Esses certificados “existem” na blockchain, a mesma tecnologia que garante as autenticidades e controle dos bitcoins e outras criptomoedas.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Ou seja, esse sistema garante que um determinado arquivo seja único na rede, e não possa ser multiplicado indefinidamente, como geralmente ocorre em redes de troca de arquivo, por exemplo.

Como registrar

Mas talvez você seja um artista querendo registrar o seu trabalho na blockchain do Ethereum para comercializá-lo, aproveitando a onda de alta procura por esse tipo de arte digital. Nesse caso, como proceder?

Este tutorial é baseado no guia criado pelo artista digital 3D Gladiator, e está disponível na íntegra no canal dele no YouTube.

Antes de mais nada, é importante avisar: o processo custa dinheiro (e não é pouco), por conta das “gas fees”, ou "taxas de combustível" do Ethereum – toda interação com a blockchain custa, como será explicado mais adiante.

1 - Você deve ser o criador ou dono da obra. 

Esse é um ponto importante. Não é possível colocar na blockchain obras de arte que não sejam criadas por você ou que você não seja o proprietário. Nesse caso, lembre-se: só siga adiante se você for o criador(a) ou proprietário(a) da obra que será transformada em NFT.

2 - Escolha um site.

Use um dos sites disponíveis que se especializaram em cadastrar os NFTs e também vendê-los. Um exemplo é o Rarible.com – que não cobra taxas pelo registro, apenas as chamadas “gas fees” de interação com a blockchain do Ethereum (mais sobre isso no próximo passo). Os próximos itens considerarão o sistema de cadastro do Rarible.

3 - Conecte uma carteira de criptos. 

Como dito anteriormente, apesar de o Rarible ser gratuito, é preciso pagar pelas interações que serão necessárias para cadastrar sua obra de arte na blockchain do Ethereum – pagar as chamadas “taxas de combustível” do sistema. Ou seja, você precisará não apenas conectar ao site sua carteira digital, mas também carregá-la com alguns ethers (a moeda do Ethereum) para pagar por essas transações.

4 - Inicie a criação do NFT. 

Agora é hora de seguir em diante e criar seu NFT. Aperte o botão “Criar” (“Create”) do site e escolha se você quer que o seu NFT seja único ou uma série limitada.

5 - O arquivo.

Suba o arquivo original, em formato de imagem (PNG, GIF, JPG) ou áudio (MP3 ou WAV por exemplo). Vale lembrar aqui que a arte em si não é registrada na blockchain, apenas metadados que garantem o seu registro. Nome da imagem, e endereço, por exemplo. O Rarible armazena o arquivo, mas disponibiliza também a possibilidade de você incluir o link de um servidor externo caso você queira armazenar a obra em outro lugar.

6 - Defina o preço. 

O valor de eventuais compradores da sua obra será cobrada em ether, a moeda do Ethereum. Aqui é onde o Rarible ganha dinheiro: eles ficam com uma porcentagem de 2,5% sobre as vendas.

7 - Insira as informações de sua obra de arte. 

Além de informações como nome e data, aqui você pode definir, por exemplo, se você terá comissão sobre futuras revendas de sua obra. Também pode definir em quais coleções digitais aparecerá a obra, na do Rarible ou em alguma outra da sua escolha.

8 - Crie seu NFT. 

Aqui, o sistema irá apontar quanto de “taxas de combustível” será cobrado da sua carteira digital. Esse valor corresponde às interações necessárias com a blockchain do Ethereum para fazer o registro da obra. Esse valor pode ser alto, e varia conforme a velocidade que você quer fazer esse registro, mas em alguns casos, pode chegar a mais de R$ 500.

9 - Pronto! 

Depois do tempo necessário para o registro, o NFT estará na sua carteira, e você já pode começar a negociar a sua obra de arte no mercado milionário da arte digital.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube