Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.486,01
    +1.576,40 (+1,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.684,86
    +1.510,80 (+3,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,37
    -0,18 (-0,22%)
     
  • OURO

    1.790,90
    +31,00 (+1,76%)
     
  • BTC-USD

    17.152,95
    +258,06 (+1,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    406,83
    +6,13 (+1,53%)
     
  • S&P500

    4.080,11
    +122,48 (+3,09%)
     
  • DOW JONES

    34.589,77
    +737,24 (+2,18%)
     
  • FTSE

    7.573,05
    +61,05 (+0,81%)
     
  • HANG SENG

    18.597,23
    +392,55 (+2,16%)
     
  • NIKKEI

    28.290,12
    +321,13 (+1,15%)
     
  • NASDAQ

    12.062,50
    +20,25 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3965
    0,0000 (0,00%)
     

Como o filme da Batgirl foi cancelado para economizar impostos

Leslie Grace como Barbara Gordon no filme
Leslie Grace como Barbara Gordon no filme "Batgirl". (Foto: Divulgação/HBO Max)
  • Batgirl e outros projetos audiovisuais foram cancelados após fusão entre a WarnerMedia e a Discovery;

  • Motivo seria a possibilidade de deduzir impostos de projetos cancelados após uma fusão empresarial;

  • Cancelamento do filme gerou revolta nos fãs.

O filme da Batgirl, que estava para estrear exclusivamente na plataforma HBO Max, foi cancelado repentinamente. A notícia provocou uma onda de choques pela indústria do cinema e abriu os olhos do público para o futuro da fusão entre a WarnerMedia e a Discovery.

Isto porque o filme já estava basicamente pronto, já tendo completado as filmagens e o processo de pós-produção, além de contar com atores de peso como J.K. Simmons, Brendan Fraser e Michael Keaton, além da protagonista Leslie Grace.

O que teria levado a Warner Bros. Discovery a cancelar o filme dessa forma? Pelo que parece, de acordo com fontes da empresa ouvidas pela revista Variety: economizar impostos.

Acontece que Batgirl foi produzido antes da fusão das duas empresas. Na época, a WarnerMedia estava focada em construir seu aplicativo de streaming, HBO Max, e garantir seu crescimento. Para isso, adotou uma estratégia de lançamento do filme simultaneamente nos cinemas e no streaming, de modo a aumentar os clientes do aplicativo.

Porém, com a mudança de liderança na empresa após a fusão, em que David Zaslav assumiu como CEO do conglomerado, a estratégia mudou, e Batgirl acabou sendo visto como um filme pequeno demais para lançamento teatral, nem grande de ser lançado em um mercado de streaming cada vez mais competitivo, ainda mais em uma nova companhia focada em cortar custos.

Lançar o filme diretamente na HBO Max pode até parecer uma estratégia sólida nesse caso, mas fontes internas da empresa afirmam que ele, junto de outros projetos cancelados, serão utilizados na hora de deduzir impostos da Warner Bros. Discovery sob a justificativa de uma mudança de estratégia pós-fusão.

Porém, resta a pergunta: uma mudança na estratégia da empresa gerou o cancelamento do filme, ou a possibilidade de deduzir impostos de projetos cancelados pós-fusão que acabou de vez com a obra?