Mercado fechará em 1 h 39 min

Aprenda a limpar corretamente o notebook e se livre do coronavírus

Lucas Carvalho
·2 minuto de leitura

Então quer dizer que você está fazendo home office, como a gente aqui do Yahoo, e trouxe o computador do trabalho pra casa. Mas você lembrou de limpá-lo?

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

O coronavírus adora superfícies de plástico e aço, materiais que compõem a maioria dos notebooks no mercado. Hoje vamos te ensinar a limpar o seu computador corretamente sem danificá-lo.

Veja também

Os itens de limpeza que vamos precisar são: álcool de limpeza, preferencialmente líquido, mas se você não tiver, pode usar o álcool em gel mesmo; um produto limpa-vidros; e um pano de limpeza bem macio, de preferência feito em microfibra.

Se o seu notebook tem adesivos antigos que você não queria mais, é bom removê-los antes de iniciar a limpeza. Pra fazer isso é bem fácil: tente arrancar cada um na unha mesmo, com bastante paciência. Os resíduos de cola que sobrarem você pode tirar usando um pano levemente umedecido com álcool.

Se estiver usando álcool em gel, coloque uma gotinha no pano e esfregue até ela se dissolver. Agora que seu notebook está livre de adesivos, é só usar o pano umedecido com álcool por toda a superfície.

Tome cuidado com as partes mais sensíveis, como o teclado, as saídas de ar e os conectores. Não tente limpar dentro deles, até porque não há necessidade. E não esfregue o pano com força, é para limpar com cuidado.

Na tela, use um pano limpo, mas também macio, e aplique sobre ele a solução limpa-vidros. Limpe sempre em uma mesma direção, não faça movimentos circulares. Na falta de um limpa-vidros você pode usar um produto multiuso, mas só uma gota - é pra umedecer levemente o pano, não é pra encharcá-lo.

Você pode limpar o notebook uma vez por semana ou toda vez que usá-lo com as mãos sujas. E lembre-se de lavar as mãos sempre que possível. A dica mais importante você já conhece: se puder, fique em casa.

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.