Mercado fechado

Como Game of Thrones marcou a década sendo um grande evento televisivo

Natalie Rosa

2019 foi marcado como o ano em que Game of Thrones chegou ao fim. A série, que estreou em 2011 e é baseada nos livros de George R.R. Martin, se tornou extremamente popular ao longo de seus oito anos de existência.

Toda essa popularidade foi capaz de unir o mundo todo na frente da televisão à espera de um novo episódio, indo contra uma tendência que chegou junto com as plataformas de streaming, como a Netflix, que costuma liberar todos os episódios de uma série de uma vez só.

Todo domingo à noite, religiosamente, os fãs se reuniam em casa, ou até mesmo em bares e restaurantes, para conferir os novos episódios, causando uma ansiedade e excitação que há tempos não se via. Esses encontros eram chamados carinhosamente de DominGOT.

O tão cobiçado trono de ferro de Game of Thrones (Imagem: Divulgação/HBO)

A cada novo episódio, redes sociais, como o Twitter, eram infestadas com expectativas e previsões do que ia acontecer. Enquanto estava no ar, simultaneamente os usuários e fãs publicavam suas opiniões e narravam a história, fazendo não só que as pessoas se unissem no sofá para assistir, como também se conectassem com outros espectadores do mundo inteiro para debater a trama.

Tal feitio com tamanha grandeza costuma acontecer, pelo menos aqui no Brasil, apenas em eventos como finais de campeonatos de futebol ou últimos capítulos de novela. Nunca se viu uma união tão forte em prol de uma série de televisão.

Por que Game of Thrones se tornou tão popular?

Mas o que teria feito com que uma série medieval conquistasse um público tão grande, de forma tão rápida? A fórmula não era uma novidade para uma história de fantasia, então mesmo para quem não leu os livros, já seria esperado que a trama contaria com muita violência, sangue, magia, guerras, incestos, monstros e disputas de poder. Game of Thrones, no entanto, conseguiu causar a sensação de surpresa no espectador a cada episódio, com plot twists inimagináveis e acontecimentos de tirar o fôlego.

Imagem: Divulgação/HBO

Com isso, os produtores conseguiram transformar acontecimentos da história da trama em grandes eventos, despertando a curiosidade de quem já havia lido os livros e queria ver como seriam essas cenas "ao vivo", e para quem não sabia nada da história, que foram os que ficaram mais de queixo caído.

Como não se esquecer do episódio do Casamento Vermelho, por exemplo, que praticamente foi uma virada de jogo para a série, mostrando para o que ela veio? A partir desse evento, as expectativas para os próximos episódios só cresciam, assim como a popularidade de Game of Thrones. A série conseguiu conquistar milhões de pessoas, mesmo em meio a cenas perturbadoras de violência física e sexual, com massacres e estupros.

Imagem: Divulgação/HBO

Marcos deixados por Game of Thrones

Assim como tudo o que é popular, Game of Thrones conseguiu deixar o seu marco na história de diferentes formas. Além de ser a série mais pirateada da história, recorde que foi batido durante várias temporadas, a atração também conquistou altos números de audiência, tanto no canal da HBO quanto no streaming da empresa, em vários episódios. GoT também conta com recordes de premiações, levando para casa 313 vitórias e 760 indicações ao longo de seus oito anos no ar, entre eventos como Emmy Awards, British Academy Television Awards, por exemplo.

Entre críticas e elogios, erros e acertos, Game of Thrones chegou ao fim unindo as pessoas em uma causa, tornando-se uma das séries mais populares do mundo. Por mais que o final não tenha agradado a todos, não há dúvidas de que o fim da trama deixou um espaço em aberto que deve demorar para ser preenchido. A comoção causada pela história, personagens, roteiro e pós-produção da trama foi rara, então por mais que uma nova série se torne líder de audiência, será difícil comparar com o fenômeno que foi Game of Thrones.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: