Mercado fechará em 4 h 32 min
  • BOVESPA

    129.900,75
    -307,21 (-0,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.948,61
    -80,93 (-0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,74
    +0,86 (+1,21%)
     
  • OURO

    1.862,50
    -3,40 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    39.950,75
    -737,04 (-1,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    996,22
    -14,39 (-1,42%)
     
  • S&P500

    4.243,08
    -12,07 (-0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.232,24
    -161,51 (-0,47%)
     
  • FTSE

    7.168,52
    +21,84 (+0,31%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.441,30
    +279,50 (+0,96%)
     
  • NASDAQ

    14.078,00
    -46,75 (-0,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1658
    +0,0343 (+0,56%)
     

Como funciona o Live Text do iOS 15 que reconhece textos em imagens

·3 minuto de leitura

A WWDC 21 revelou muitas novidades para o lançamento do iOS 15, próxima grande atualização para o sistema operacional do iPhone. Entre eles, um dos recursos que deverão ser bastante aproveitado pelos usuários é o Live Text: funcionando como um OCR, ou sistema de reconhecimento óptico de caracteres, o recurso é capaz de visualizar o conteúdo de fotos para captar texto contido e revelar outras informações relacionadas.

Essa novidade bastante aguardada para iPhone já, há algum tempo, é um recurso bastante popular em aparelhos Android, com o Google Lens. A Apple apresentou sua solução com muitas semelhanças à sua concorrente, identificando rapidamente qualquer texto em foto, tornando letras, números e símbolos selecionáveis para copiar ou fazer pesquisas. O Live Text e ficará disponível em todo o sistema operacional, facilitando o acesso ao usuário para usá-lo em diversas situações.

Exemplificando na prática, se você visualizar uma imagem do Safari e querer copiar o seu texto, basta pressioná-la com o dedo para aparecer o menu de opções e, depois, selecionar o Live Text. Caso esteja numa sala de aula e queria tirar uma foto do quadro, no app Câmera aparecerá um ícone do recurso no canto da tela para copiar todas as informações. Se o app não permitir seleção de imagem? Tire um print e use o Live Text. Simples, não é mesmo?

O Live Text possui alta capacidade de reconhecimento de texto em imagem - Captura de tela: Thiago Furquim (Canaletch)
O Live Text possui alta capacidade de reconhecimento de texto em imagem - Captura de tela: Thiago Furquim (Canaletch)

E se não bastante tamanha disponibilidade, o Live Text também está integrado ao Spotlight e poderá reconhecer objetos em fotos para exibir informações de localização e sugestões de imagens semelhantes. Apesar de funcionar bem, toda a capacidade das duas ferramentas juntas ainda não estão disponíveis para o Brasil.

No Brasil, o Live Text e Spotlight apenas reconhecem textos e objetos para dar sugestões - Captura de tela: Thiago Furquim (Canaltech)
No Brasil, o Live Text e Spotlight apenas reconhecem textos e objetos para dar sugestões - Captura de tela: Thiago Furquim (Canaltech)

Apesar do iOS 15 ter uma ampla lista de iPhones compatíveis com o sistema, infelizmente o Live Text estará restrito aos lançamentos mais recentes, a partir de aparelhos que foram produzidos com o processador A12 Bionic, segundo a Apple. Isso significa que apenas donos do iPhone XR, XS, XS Max, assim como do iPad Air, iPad Mini de 2019 e iPad (2020), e mais recentes, poderão utilizar o recurso. Uma das explicações mais convincentes para tamanha restrição pode estar no fato de que a CPU A12 Bionic conta com a Neural Engine: tecnologia voltada para dar alta capacidade de aprendizado de máquina.

E se você possui um Mac, certifique-se que ele conta com um chip M1. Computadores com processadores Intel também ficarão de fora da lista do Live Text. Segundo a Apple, a queda de desempenho devido a necessidade de refazer os algoritmos pode ser um impasse, assim como suas restrições de privacidade não dão segurança suficiente de que as informações do usuário serão preservadas ao utilizar o recurso. O Google Lens, de fato, exige uso da internet para funcionar ao passo que a solução da empresa da maçã dispõe do uso offline.

Dito isso, se o seu dispositivo Apple não for agraciado com o Live Text e você não tem grandes preocupações com a privacidade, vale reforçar que o Google Lens e o Google Fotos abarcam uma grande variedade de aparelhos, entre smartphones, tablets e computadores. Portanto, nessa situação, vale a pena procurar soluções alternativas à Apple.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: