Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.064,36
    +1.782,08 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,27
    +125,93 (+0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,10
    -0,20 (-0,27%)
     
  • OURO

    1.750,70
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    44.442,48
    +748,58 (+1,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.111,40
    +2,48 (+0,22%)
     
  • S&P500

    4.448,98
    +53,34 (+1,21%)
     
  • DOW JONES

    34.764,82
    +506,50 (+1,48%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.548,54
    +37,56 (+0,15%)
     
  • NIKKEI

    30.200,89
    +561,49 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    15.297,75
    -5,75 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2249
    -0,0001 (-0,00%)
     

Como funciona o freio de um avião?

·2 minuto de leitura

Uma das situações mais delicadas e importantes de um voo é o pouso da aeronave. Seja qual for o seu tamanho, peso ou potência, a manutenção dos freios e dispositivos auxiliares para que o piloto faça bem o seu trabalho deve estar sempre em dia, isso sem falar nas condições da pista, que são bem diferentes do que encontramos nas estradas e ruas pelas cidades mundo afora.

O avião, claro, tem freios em seu trem de pouso e eles funcionam de modo muito parecido como em outros veículos. Mas a diferença é que, ao contrário de seu carro ou picape, ele precisa ser capaz de parar toneladas, seja no pouso, seja em uma decolagem abortada. Esse sistema de freios é composto por inúmeros discos, que podem ser de aço ou de carbono, dependendo do modelo da aeronave. Para acioná-los, claro, há um pedal na cabine do piloto ou acionamento eletrônico.

Durante o processo de frenagem, os discos dos freios não podem ultrapassar os 900ºC, de modo que, se isso ocorrer, significa que o acionamento ou os próprios materiais desses discos estão gastos e necessitam de troca ou de reparos. Para evitar esse desgaste, os pilotos podem utilizar dois outros mecanismos que ajudam na hora do pouso: os spoilers e os reversos.

O sistema de freios das aeronaves é bem potente e capaz de parar toneladas de peso (Imagem: Divulgação/twenty20photos/Envato)
O sistema de freios das aeronaves é bem potente e capaz de parar toneladas de peso (Imagem: Divulgação/twenty20photos/Envato)

Os spoilers, ou freios aerodinâmicos, são placas localizadas nas asas que se levantam para gerar mais resistência no ar. Já o reverso está presente majoritariamente em aviões a jato e funcionam dentro dos motores. Ao acioná-los, o piloto consegue utilizar parte da potência do avião para diminuir a velocidade no solo. E assim, a união desses três elementos faz esses gigantes prateados pararem em segurança no solo.

Com informações: Aviões e Músicas

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos