Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    36.077,87
    -415,70 (-1,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.017,75
    -138,50 (-0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Como fazer backup e restaurar arquivos no seu Mac utilizando o Time Machine

·8 minuto de leitura

Usuários do macOS possuem uma ferramenta poderosíssima para backup de dados e programas: o Time Machine, ou Máquina do Tempo, implementada no sistema desde a versão 10.5. Ele é um excelente método para salvar dados pessoais, além de aplicativos, fotos, e-mails, músicas e outros itens do sistema.

Após realizar o backup, o Time Machine possibilita resgatar os dados facilmente de arquivos do SSD, ou disco rígido, por vários motivos: a aquisição de uma nova máquina, formatação do computador, malware, acidentes, furtos, roubos, entre vários outros fatores que acarretam perda de dados importantes.

O recurso é uma excelente maneira de criar cópias de segurança para restauração posterior, visto que, literalmente, ele cria uma máquina do tempo para você voltar em dias ou semanas anteriores e restaurar de forma precisa os arquivos do computador, obviamente em pontos do tempo disponíveis pelo Time Machine. Incrível, não é mesmo?

Abaixo, explicamos como utilizar o Time Machine e realizar facilmente backups no Mac para garantir uma cópia segura dos seus arquivos.

Utilizando o Time Machine pela primeira vez

Antes de começarmos a falar de seu funcionamento, é necessário ter um disco (preferencialmente um HD externo) de backup em mãos, conectados ao Mac pela porta USB ou Thunderbolt, do mesmo tamanho ou maior que o HD do computador — para garantir que todas as informações serão devidamente salvas.

Você também pode utilizar uma unidade NAS, ou Network Attached Storage, que seja compatível com o Time Machine em SMB; um Mac compartilhado, para ser configurado como destino de backup da ferramenta; um AirPort Time Capsule ou base AirPort Extreme (802.11ac).

Importante: você pode até começar a fazer o backup em uma unidade externa com capacidade de armazenamento menor que a de seu disco rígido atual, mas à medida que for usando a máquina e "enchendo" seu HD de arquivos, será necessário comprar uma unidade de backup com mais espaço para o Time Machine.

De posse de um HD externo com espaço suficiente para fazer o backup de seus dados, basta conectá-lo ao computador e abrir o Time Machine. Acesse o recurso indo ao menu "Apple" > Preferências do Sistema..." > "Time Machine". Você vai notar que toda a interface é simples e fácil de usar, além de ser extremamente intuitivo.

Nas preferências do Mac, vá em "Time Machine" - Captura de tela: Thiago Furquim (Canaltech)
Nas preferências do Mac, vá em "Time Machine" - Captura de tela: Thiago Furquim (Canaltech)

Nas preferências do Time Machine, você tem as seguintes opções:

  • Habilitar a opção "Fazer Backup Automaticamente".

  • Escolher o disco correspondente em "Selecionar Disco de Backup"

  • Selecionar, se desejar, a opção "Mostrar Time Machine na barra de menus".

Ao abrir o recurso, conheça as ferramentas para começar a fazer o backup do Mac - Captura de tela: Thiiago Furquim (Canaltech)
Ao abrir o recurso, conheça as ferramentas para começar a fazer o backup do Mac - Captura de tela: Thiiago Furquim (Canaltech)

Para começar a usar o Time Machine, clique na seleção para "Fazer Backup Automaticamente". Em seguida, selecione o disco correspondente e clique em "Usar Disco". Se desejar, clique em "Criptografar Backups" para disponibilizar a outro usuário com senha de proteção.

Escolha o disco de backup e, se desejar, criptografe as informações - Captura de tela: Thiago Furquim (Canaltech)
Escolha o disco de backup e, se desejar, criptografe as informações - Captura de tela: Thiago Furquim (Canaltech)

Após as configurações acima, o Time Machine começará a fazer o backup automaticamente. Não se preocupe em aguardar até o fim, você pode utilizar o Mac normalmente enquanto a tarefa estiver prosseguindo. Por ser a primeira vez, isso pode levar vários minutos, porém, os salvamentos posteriores terão mais agilidade pelo fato do recurso apenas salvar os arquivos alterados desde a última vez.

Note que, depois que a primeira cópia for realizada, o Time Machine passará a acessar o disco externo para fazer pequenas atualizações de hora em hora. A ferramenta também separa backups diários dos últimos 30 dias, além de backups semanais de todos os meses anteriores. Cópias antigas salvas são apagados quando o disco fica cheio.

Exclua itens e faça backup somente do que deseja

Apesar de ter poucas opções de configuração, o Time Machine permite a você escolher aquilo que deseja, ou melhor, excluir o que não precisa. Para excluir alguns itens de seu backup, basta ir até às "Preferências do Sistema" e acessar o Time Machine. Depois, clique no botão Opções e, em seguida, no adicionar ("+").

Nesta tela, adicione um item para ser apagado do backup. Para voltar a permitir que o item seja salvo, como um aplicativo ou arquivos de pen drive, selecione-o e toque no botão de remover ("-").

Time Machine
Escolha itens que você não deseja salvar no backup - Captura de tela: Thiago Furquim (Canaltech)

Verifique o status de seus backups

Para verificar o status dos backups de um disco e verificar se estão em boas condições, você precisará exibi-lo na barra de menu, no topo da tela. Para isso, na janela do Time Machine em Preferências do Sistema, clique em "Mostrar Time Machine na barra de menus". Em seguida, mantenha pressionada a tecla ⌥ Option e clique em "Verificar Backups".

Time Machine
Utilize a tecla ⌥ Option para exibir a opção para verificar o status do backup - Captura de tela: Thiago Furquim (Canaltech)

Se o ícone se apresentar com um ponto de exclamação ao centro, significa que algum problema ocorreu com o último backup. Caso não apareça, é sinal de que tudo ocorreu conforme o esperado.

Hora de restaurar

Se você é cuidadoso e mantém suas cópias de segurança sempre atualizadas, ponto para você. Na hora de restaurar o que precisa usando o Time Machine, não vai ter nenhuma dor de cabeça.

O primeiro passo é entrar nessa máquina do tempo para navegar por todos os arquivos, pastas e programas guardados. Para isso, basta abrir o Finder, ir para a pasta "Aplicativos" e clicar no aplicativo Time Machine. Ou, abra o Spotilght (⌘ Command + Barra de espaço), digite Time Machine e clique no app.

Time Machine
Passe pela linha do tempo do Time Machine para resgatar backup - Captura de tela: Thiago Furquim (Canaltech)

Bem-vindo ao túnel do tempo! A régua à direita indica as datas em que foram feitos os backups, por ela você navega pelas datas em que o recurso realizou os salvamentos. Na parte inferior, você tem as opções de cancelar a sessão, restaurar determinado programa ou arquivo no computador atual, além da indicação da data em que você estiver navegando.

Clique em qualquer dia ou mês do medidor à direita e pronto: você fará uma viagem pela máquina até chegar no momento desejado, podendo navegar pelo sistema de arquivos e verificar como estava nesta data. As setas para cima e para baixo que aparecem na tela nada mais são que um facilitador para sua navegação.

Ao navegar pelos arquivos, você pode escolher qualquer um deles para restaurar em sua máquina atual (a mesma que fez o backup), ou em um computador formatado, ou novo — caso você não tenha usado o Assistente de Migração ao configurar o macOS. Enquanto faz a viagem pelo tempo, você não pode abrir os aplicativos ou arquivos, mas pode pré-visualizar (pressionando a barra de espaço) vários itens que desejar.

Ao selecionar um arquivo ou pasta no Time Machine, basta clicar em "Restaurar". Você sairá imediatamente do túnel do tempo e dará de cara com seu desktop atual, para restaurar o item escolhido a uma pasta ou diretório de sua preferência.

Restaure um backup do Time Machine - Captura de tela: Thiago Furquim (Canaltech)
Restaure um backup do Time Machine - Captura de tela: Thiago Furquim (Canaltech)

Também é possível restaurar arquivos feitos pelo Time Machine sem necessariamente entrar no aplicativo. Pelo Finder, você acessa o disco em que estão armazenados os dados de backup e arrasta os itens desejados para os locais corretos. Mas, para isso, é necessário entender a estrutura do sistema e não confundir copiar com restaurar.

Note que é possível navegar pelas pastas datadas pelo Time Machine e explorar tudo o que foi armazenado dentro delas. Não se assuste se, ao abrir uma pasta recente, seus arquivos ou programas estiverem desaparecidos. Isso é normal, afinal, depois do primeiro backup, o Time Machine mostra que é inteligente e apenas atualiza suas pastas. Ele não copia tudo o que existe em seu computador cada vez que for acionado.

Sendo assim, você pode restaurar, automática ou manualmente, cada item de que sentir falta. Basta ter feito o backup e seus arquivos, fotos, músicas e aplicativos estarão prontos para uso novamente. Além disso, você pode utilizar serviços em nuvem, como o iCloud Drive, para armazenar documentos, arquivos e outros itens de sua preferência.

Transfira informações com o Assistente de Migração

O Time Machine pode ser a tábua da salvação para aqueles que precisam reinstalar o macOS ou trocar de computador. Isso porque o recurso é capaz de restaurar todos os arquivos, pastas e aplicativos contidos no Mac pelo Assistente de Migração. Trabalhando em conjunto, ele é capaz de transferir informações para outro Mac, ou PC com Windows, de dados, ajustes pessoais e aplicativos.

Para utilizá-lo, caso seja um novo Mac é necessário estar com seu sistema operacional previamente instalado. Se ele já estiver sendo utilizado normalmente, basta abrir o aplicativo "Assistente de Migração" indo ao "Finder" > "Aplicativos" > "Utilitários" > "Assistente de Migração". Certifique-se de que o Time Machine esteja conectado ao Mac. Após abri-lo, siga as instruções na tela e, por fim, selecione as informações que deseja transferir.

O Assistente de Migração facilita a vida de quem precisa trocar de Mac ou reinstalou o sistema operacional - Captura de tela: Thiago Furquim (Canaltech)
O Assistente de Migração facilita a vida de quem precisa trocar de Mac ou reinstalou o sistema operacional - Captura de tela: Thiago Furquim (Canaltech)

Use o Time Machine para dar ainda mais segurança e praticidade para recuperar dados e informações do seu Mac.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos