Mercado fechará em 2 h 49 min
  • BOVESPA

    109.445,40
    +1.431,93 (+1,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.895,00
    +71,77 (+0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,46
    +0,50 (+0,57%)
     
  • OURO

    1.846,70
    +3,50 (+0,19%)
     
  • BTC-USD

    43.345,77
    +1.420,59 (+3,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.032,10
    +36,84 (+3,70%)
     
  • S&P500

    4.594,30
    +61,54 (+1,36%)
     
  • DOW JONES

    35.447,48
    +418,83 (+1,20%)
     
  • FTSE

    7.576,03
    -13,63 (-0,18%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    15.329,00
    +295,50 (+1,97%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1373
    -0,0301 (-0,49%)
     

Como economizar no Natal e se planejar para 2022?

·2 min de leitura
  • Para a especialista Graziela Fortunato, 'criatividade' deve ser lema na hora fazer as compras;

  • Segundo a CNC, 74,6% das famílias brasileiras se encontra endividada;

  • Trocar a dívida do cartão de crédito pela de um empréstimo pessoal pode ser uma boa pedida.

Dezembro chegou e com ele a expectativa de uma fatura alta no cartão: presentes, decorações e compras de supermercado, tudo para montar aquela festa de Natal ou Ano Novo que a família merece.

No entanto, segundo a CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), o número de endividados no país está no maior patamar de todos os tempos, atingindo 74,6% das famílias.

Para entender como equilibrar todos esses gastos, e mais alguns outros que muitas vezes não entram no planejamento familiar até que seja muito tarde, a especialista em finanças pessoais do IAG - Escola de Negócios da PUC-Rio, Graziela Fortunato, compartilha algumas dicas essenciais.

Gastos de Natal e Ano Novo

Alguns gastos nesta época realmente parecem imprescindíveis, porém segundo Graziela, o ideal é comprar apenas o essencial de forma racional. A taxa de juros se encontra na maior da última década, acumulando quase 11% nos últimos doze meses.

"Economizar não quer dizer que você precisa ser pão duro, é preciso ter uma relação de equilíbrio com as finanças. Então, uma dica importante, é comprar o essencial e usar muito a criatividade, comprando produtos substitutos mais baratos. A palavra que destaco para esse período é: gastos com criatividade”, explica Graziela.

Leia também:

E em 2022?

O início do ano muitas vezes traz gatos que nos pegam de surpresa, mas não deveria. É a taxa de matrícula na escola, a compra de materiais escolares, o IPVA e o IPTU. Para amenizar o peso no bolso, Graziela indica a utilização do 13º salário para liquidar esses gastos.

“Todo o começo do ano é um período ideal para planejar os gastos dos outros meses. Deveria ser um hábito saudável se planejar. Assim, você descobre se é uma pessoa que gasta mais do que ganha ou o contrário. A ideia é entender como você consome para conseguir mudar, se ajustar ao longo do ano e fechar o ano bem”, destaca.

Férias de fim de ano, o que fazer?

Em janeiro muitas famílias querem aproveitar o recesso escolar dos filhos e viajar. No entanto, se você está apertado no orçamento, a especialista recomenda pensar em roteiros alternativos e deixar aqueles associados às moedas estrangeiras um pouco de lado esse ano. O dólar, por exemplo, fechou em seu maior valor deste abril.

Renegociação de dívidas

A tendência é que os juros e a inflação continuem subindo nos próximos meses. Para Graziela, o recomendado então é tentar resolver suas dívidas o mais rápido possível, trocando uma dívida mais cara por uma mais barata.

“Isso significa que, na prática, as dívidas de cartão de crédito normalmente são bastante caras, assim como as do cheque especial. O indicado é tentar pegar um empréstimo pessoal com taxas mais baratas, fazendo uma pesquisa de mercado em diferentes instituições. Os Bancos Digitais, por exemplo, podem ajudar por oferecerem taxas mais baratas. Com esse dinheiro, é possível liquidar as dívidas que possuem taxas de juros mais altas”, orienta Graziela.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos