Mercado fechado

Como economizar energia? Cinco dicas para gastar menos

Felipe Blumen
·3 minutos de leitura
Como economizar na conta de luz? Cinco dicas que podem ajudar
Economizar energia não é bom apenas para o seu bolso, mas também para o planeta. (Foto: Agência Brasil)

Pagar menos na conta de luz não é apenas um recurso financeiro. Além de economizar dinheiro, no fim das contas - com o perdão da expressão - essa ação traz benefícios também para o planeta. Basta pensar que, assim como nós, a Terra também não tem recursos ilimitados, então cada kW ou real economizado faz a diferença para você e suas gerações futuras.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Mas como conseguir diminuir seus gastos com energia? Há uma série de ações que englobam desde retoques na decoração a mudanças de atitude. Quando aplicadas em conjunto, essas iniciativas podem ajudar bastante.

Lâmpadas novas e iluminação natural

Sempre que possível, prefira a iluminação natural. Cada parede que barra a luz de uma janela significa um cômodo que só será iluminado utilizando energia elétrica, então pense bem antes de fazer alguma reforma. Cortinas e paredes claras, além de espelhos, podem ser usadas para aumentar a luminosidade dos ambientes.

Se tudo já está no lugar e mesmo assim o sol não bate em todos os cantos, as lâmpadas têm que ser bem escolhidas. Invista em lâmpadas de LED, que iluminam como qualquer outra, mas gastam até 80% menos energia, duram mais e não esquentam. São mais caras, é verdade, mas em poucos meses o valor já se mostra bem aplicado.

Leia também

Geladeira bem pensada

Um eletrodoméstico que permanece ligado 24h por dia pesa bastante na conta de luz. Comece colocando sua geladeira no lugar certo, em um canto arejado da cozinha, longe do fogão e sem incidência direta de sol. Depois, cheque sempre se as portas estão bem fechadas e se as borrachas que garantem a vedação estão boas. Internamente, é recomendado regular o termostato de acordo com a temperatura da estação - no frio, não é necessário que ela esteja na potência máxima - e evitar cobrir as saídas de ventilação com alimentos.

Banho e chuveiro

Não é nenhuma novidade que demorar no banho significa maior gasto de energia elétrica, então não há como fugir desta dica. Duchas de menos de 10 minutos se transformam em economia no fim do mês. Além disso, a escolha do chuveiro correto, adequado à tensão da sua residência (127 volts = chuveiro de até 5.700 watts e disjuntores de 50 amperes; 220 volts = disjuntores de 40 amperes e chuveiros de até 7.800 watts), evita que ele queime e que você precise fazer gambiarras - que, claro, gastam mais energia.

Como as tomadas podem ajudar a economizar energia
Deixar aparelhos nas tomadas, mesmo desligados, pode ir consumindo energia. O segredo é tirar os que são usados apena uma ou poucas vezes no dia.

Tomadas e standy by

Vale lembrar que, mesmo desligados, os aparelhos eletrônicos que têm função stand by continuam gastando energia. Desligá-los é a melhor escolha, assim como tirar da tomada todos os eletrodomésticos que são usados apenas uma ou poucas vezes ao dia. Além disso, lembre-se que aparelhos de alta potência como micro-ondas, fornos elétricos, coifas, secador e chapinha exigem tomadas com amperes e fiação específicas. Anote todos e adeque suas saídas de energia para economizar e evitar curtos.

Ar condicionado limpo e regulado

Em regiões quentes, o uso constante de ar condicionado pode representar até um terço do consumo de energia de uma casa. Portas e janelas amplas permitem maior ventilação, o que ajuda a diminuir a necessidade do ar, mas se não é seu caso, tente comprar um aparelho com o tamanho adequado para o ambiente. Regule sempre a temperatura, evitando o resfriamento excessivo, mantenha os filtros limpos e desligue o ar se o cômodo estiver vazio.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube