Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.411,40
    +42,33 (+0,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Ex-gerente diz que Musk chegou a dormir em mesa e é pouco 'sociável'

Revelações sobre Musk foram feitas durante entrevista ao podcast “The Iced Coffee Hour”
Revelações sobre Musk foram feitas durante entrevista ao podcast “The Iced Coffee Hour”

(REUTERS/Mike Blake)

  • Ex-gerente da Tesla compartilha 7 curiosidades sobre como é trabalhar com Elon Musk;

  • Carl Medlock ficou quatro anos na empresa;

  • Nesses anos, percebeu detalhes sobre a forma de agir do bilionário.

Você já parou para pensar como é trabalhar com o controverso bilionário Elon Musk? Pois o ex-gerente territorial da Tesla, Carl Medlock, compartilhou sete curiosidades e momentos que passou durante os anos que atuou na empresa do magnata.

Ao ocupar o cargo entre 2009 e 2013, Medlock chegou a presenciar um cochilo exausto de Musk, se impressionou com o conhecimento que o magnata tem sobre carros e percebeu o que acontece com quem discorda de uma decisão tomada pelo chefe da Tesla.

As revelações foram feitas durante entrevista ao podcast “The Iced Coffee Hour”, na semana passada, e divulgadas pelo Insider. Veja abaixo:

  • Dormindo na mesa

Ao ser questionado se é verdade que Musk trabalha 24 horas por dia e até dorme no chão, Medlock disse que uma vez viu o bilionário cochilando em cima de uma mesa e aproveitou o momento para tirar uma foto. “Eu tirei a foto e pensei: ‘Meu Deus, você vai ser demitido por isso’, e apaguei a foto”, revelou.

Segundo o ex-gerente, Musk não agia como uma celebridade no escritório e que parecia “um cara normal”, mesmo sendo o homem mais rico do mundo.

  • Diversão no trabalho

Medlock comentou que era divertido trabalhar para Musk, contanto que o bilionário não ficasse no seu pé. “Se você estava sendo microgerenciado por Elon, provavelmente estava de saída [da empresa]”, comentou.

  • Grande conhecimento sobre carros

Antes de ser contratado, Medlock passou por umas 6 ou 7 entrevistas, até que chegou à fase final que o colocou frente a frente com Musk. "Para um cara que não era da indústria automobilística, ele tinha algumas perguntas muito boas", avaliou.

  • Muita disciplina e pouca socialização

O ex-gerente também percebeu que o CEO da Tesla era muito focado em tudo que fazia e que não perdia tempo com conversas e brincadeiras. Pelo contrário: se precisasse, falaria com os funcionários, mas sempre direto ao ponto.

  • Família como prioridade

Durante o tempo que esteve na empresa, Medlock passou a admirar a forma com que Musk priorizava o tempo com a família. “Quando ele estava com os filhos, ninguém o desrespeitava. Ninguém foi falar com ele”.

  • Contato acessível

O bilionário nunca hesitou em compartilhar seu e-mail pessoal com os funcionários. Essa, inclusive, era uma forma de ficar sabendo de qualquer problema em primeira mão. "Em público, ele dizia às pessoas seu endereço de e-mail porque queria ouvir o furo direto", disse Medlock, que ainda tem o endereço de e-mail de Musk. "Ele não gosta de nada filtrado, ou qualquer tipo de besteira vindo em sua direção - ele gosta da verdade."

  • Discordâncias

Durante seus primeiros dias na Tesla, Medlock disse que estava em uma reunião quando um funcionário discordou de Musk. Ele nunca mais foi visto na empresa.

"Você não discute com ele [Musk]", disse o ex-gerente. "Quando Elon se levanta no final de uma reunião e diz: 'Esta é a direção que vamos seguir', você se levanta da cadeira e é melhor que siga nessa direção. Porque ele não é do tipo que fala mal das pessoas – ele simplesmente vai deixar você ir”.

A Tesla não respondeu ao pedido de comentário do Insider