Mercado fechado

Como cuidar da saúde mental da sua equipe durante a pandemia de coronavírus

Foto: Getty Images

Com tanta atenção dada aos sintomas físicos do covid-19, a doença propagada pelo novo coronavírus, pouco se tem pensado no impacto da pandemia sobre a saúde mental.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Muitos estão ansiosos com o isolamento, preocupados com a vulnerabilidade dos parentes e amigos, e estressados com o impacto da pandemia em seus empregos. Milhares de pessoas estão sendo demitidas e muitas outras perderam a fonte de renda. O futuro é incerto.

Leia também

Pode ser difícil continuar trabalhando normalmente em meio ao caos, principalmente quando muitas pessoas estão trabalhando em casa. No entanto, há algumas medidas que os empregadores podem tomar para ajudar a manter a saúde mental dos funcionários.

“É muito importante que, em períodos de grande pressão e incerteza, os empregadores sejam capazes de agir com calma e clareza”, afirma o Dr. Nick Taylor, psicólogo clínico e cofundador da plataforma de tecnologia Unmind, voltada à proteção da saúde mental em locais de trabalho. 

Para evitar o sentimento de isolamento e solidão, as empresas devem manter contato regular com os funcionários por meio de canais digitais. “Além de ser uma oportunidade de garantir a organização de uma rotina de trabalho onde quer que as pessoas estejam trabalhando, esse contato também permite manter um certo nível de interação direta através de videoconferências, já que esse período pode ser muito solitário”, afirma Taylor. 

“As chamadas de vídeo podem ajudar a criar uma identidade coletiva, lembrar os funcionários de que eles fazem parte de uma equipe e manter o vínculo com o propósito de suas funções”.

Também é importante lembrar que cada um responde de forma diferente à situação atual. Enquanto alguns se adaptam bem e continuam trabalhando normalmente, para outros, isso pode ser um grande desafio. As pessoas com problemas de saúde mental preexistentes podem ter mais dificuldade com essa situação.

“Todos temos que cuidar da saúde mental, e cada um responde de forma diferente a fatores externos fora do nosso controle”, diz Taylor. “Empresas e gestores devem estar atentos às necessidades individuais específicas e oferecer o apoio adequado para as pessoas mais vulneráveis em momentos como este”. 

Muitas pessoas estão isoladas e sem poder sair de casa, por isso as plataformas digitais de saúde mental podem ser uma boa forma de ajudar os funcionários a lidar com a pressão do Covid-19 e cuidar da saúde mental. 

“Agora, mais do que nunca, a tecnologia pode agregar muito valor, permitindo que os funcionários busquem equilibrar a saúde mental de uma forma mais proativa e acessível”, acrescenta Taylor.

Também é importante ajudar os funcionários a administrar o estresse. Manter uma rotina e praticar exercícios é essencial, mesmo que seja seguir um vídeo de 15 minutos ou fazer uma caminhada rápida. A enxurrada de notícias bombardeando todos os meios de comunicação acaba gerando ansiedade, por isso é importante incentivar as pessoas a se desconectar de vez em quando e fazer algo agradável.

“As empresas devem oferecer informações transparentes de fontes confiáveis para os funcionários, acompanhando as notícias e ações governamentais”, diz Taylor. “É essencial que as empresas evitem fazer especulações, pois esse tipo de comunicação só aumenta o estresse e a ansiedade”.

“Neste clima de insegurança, procure uma forma de dar certezas e garantias aos funcionários: comunique claramente o que está acontecendo na empresa e mantenha todos atualizados sobre as medidas que você está tomando para mantê-los seguros”, acrescenta ele.

“Divulgue fatos de fontes confiáveis e evite especular. Se não puder falar de fatos comprovados em um determinado momento, deixe claro quando você vai se pronunciar novamente. Isso pode ajudar a conter a ansiedade e reduzir a especulação entre os funcionários”.

Lydia Smith

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.