Mercado fechará em 1 h 58 min
  • BOVESPA

    111.823,89
    +2.105,95 (+1,92%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.606,15
    +145,60 (+0,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    92,44
    -1,90 (-2,01%)
     
  • OURO

    1.816,00
    +8,80 (+0,49%)
     
  • BTC-USD

    24.028,64
    -322,62 (-1,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    570,99
    -0,29 (-0,05%)
     
  • S&P500

    4.257,04
    +49,77 (+1,18%)
     
  • DOW JONES

    33.630,41
    +293,74 (+0,88%)
     
  • FTSE

    7.500,89
    +34,98 (+0,47%)
     
  • HANG SENG

    20.175,62
    +93,19 (+0,46%)
     
  • NIKKEI

    28.546,98
    +727,65 (+2,62%)
     
  • NASDAQ

    13.507,50
    +196,25 (+1,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2024
    -0,1213 (-2,28%)
     

Como consultar os procedimentos cobertos pelos planos de saúde

Em setembro, serão ouvidos especialistas e representantes do governo e da sociedade sobre a cobertura obrigatória dos planos de saúde (Getty Creative)
Em setembro, serão ouvidos especialistas e representantes do governo e da sociedade sobre a cobertura obrigatória dos planos de saúde (Getty Creative)
  • Fim da limitação para consultas e sessões específicas para a valer em agosto;

  • Tudo o que está na lista, os planos são obrigados a pagar;

  • ANS disponibilizou uma consulta aos procedimentos cobertos pelos planos.

O fim da limitação de consultas e sessões com psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e fisioterapeutas para os usuários de planos de saúde foi aprovada pela Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A decisão passa a valer a partir de 1º de agosto de 2022 para pacientes com qualquer diagnóstico.

O Supremo Tribunal Federal (STF) marcou duas audiências públicas para discutir o rol taxativo da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). As sessões, convocadas pelo ministro Luís Roberto Barroso, acontecerão nos dias 26 e 27 de setembro. Na ocasião, serão ouvidos especialistas e representantes do governo e da sociedade sobre a cobertura obrigatória dos planos de saúde, bem como a metodologia que o órgão regulador usa para atualizar o rol de procedimentos.

Com esse entendimento, a regra que vale é a seguinte: tudo o que está na lista, os planos são obrigados a pagar. Se não está no rol, não há cobertura, portanto, as operadoras não são obrigadas a arcar com os custos.

Para consultar a lista dos procedimentos cobertos pelos planos de saúde, o portal G1 preparou um passo a passo:

  • Acesse o link https://www.ans.gov.br/ROL-web/;

  • Selecione as características que são cobertas pelo seu plano, entre os itens"Consulta/Exames", "Internação", "Parto" e/ou "Odontologia", e clique em "continuar";

  • Escreva no quadro o nome do procedimento que você quer verificar se está incluído no seu plano e clique em "OK";

  • Selecione, entre os resultados, a opção que deseja consultar e clique em "continuar";

  • Na tela, vai aparecer se o procedimento é ou não de cobertura obrigatória do plano informado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos