Mercado abrirá em 24 mins
  • BOVESPA

    110.235,76
    +1.584,71 (+1,46%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.808,21
    +566,41 (+1,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    92,88
    +0,95 (+1,03%)
     
  • OURO

    1.813,60
    -0,10 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    24.704,61
    +1.360,09 (+5,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    583,81
    +52,59 (+9,90%)
     
  • S&P500

    4.210,24
    +87,77 (+2,13%)
     
  • DOW JONES

    33.309,51
    +535,11 (+1,63%)
     
  • FTSE

    7.478,29
    -28,82 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    20.082,43
    +471,59 (+2,40%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.478,00
    +86,00 (+0,64%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2515
    +0,0051 (+0,10%)
     

Como colocar o LinkedIn no currículo

Para ter maior destaque em avaliações profissionais, vale a pena colocar o LinkedIn no currículo. Um link de acesso ao seu perfil na rede social é uma estratégia interessante para facilitar o contato por empresas em processos seletivos, por exemplo.

Por que colocar o LinkedIn no currículo?

O LinkedIn é uma plataforma muito importante no cenário profissional. As possibilidades de conexões, divulgação de vagas e apresentação de portfólios tornam a rede social protagonista para o mercado de trabalho, com uso frequente por empresas e empregadores.

Portanto, inserir o LinkedIn no currículo ajuda a deixar o seu perfil em evidência. É comum que, durante o processo seletivo para uma vaga, equipes de recrutamento procurem os perfis das redes sociais de cada pessoa. Com o seu link disponível, é possível encontrar rapidamente suas informações e atualizações.

Além disso, o LinkedIn pode funcionar como uma extensão do seu currículo tradicional. É comum que os documentos mostrem apenas as informações mais relevantes sobre seu perfil profissional. A rede social surge como uma opção para divulgar todos os conteúdos que não estão presentes no documento, como certificados, publicações virais, habilidades e recomendações.

Também é comum o uso da versão digital do currículo para processos seletivos, no lugar do documento impresso. Dessa forma, manter um link de acesso ao seu perfil do LinkedIn é uma forma de integrar esses conteúdos.

Qual é a seção do documento mais apropriada para colocá-lo?

É interessante inserir o seu LinkedIn na parte de contatos do currículo. Muitos modelos personalizáveis, como os disponibilizados pelo Canva, incluem uma área com espaço para inserir telefone celular, endereço de e-mail e um site ou rede social. Logo após o e-mail, vale a pena inserir o link para seu perfil.

Como colocar o LinkedIn no currículo pelo Canva

  1. Abra um template de currículo no Canva com aba para contatos;

  2. Em seguida, clique sobre a caixa de texto para substituí-lo;

  3. Cole o link do seu perfil no LinkedIn e siga com as edições do arquivo.

Saiba como colocar o LinkedIn no currículo (Captura de tela: André Magalhães)
Saiba como colocar o LinkedIn no currículo (Captura de tela: André Magalhães)

Caso o modelo de currículo não possua um espaço específico para o LinkedIn, você pode substituir uma linha existente ou criar uma nova para inserir o link. Na aba “Elementos”, é possível pesquisar pelo símbolo do LinkedIn e adicioná-lo ao documento.

É possível inserir o ícone do LinkedIn no seu arquivo (Captura de tela: André Magalhães)
É possível inserir o ícone do LinkedIn no seu arquivo (Captura de tela: André Magalhães)

Outra dica envolve mudar a URL para o seu LinkedIn, se considerar o link atual muito extenso, A rede social permite personalizar o endereço nas configurações de perfil público.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos