Como aprender um novo idioma usando a tecnologia

Saiba onde e como estudar uma língua estrangeira no ambiente digital.

Não há dúvida de que estamos presenciando a era da democratização da informação e do conhecimento. As Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) são um conjunto de recursos tecnológicos, integrados entre si, que interferem e medeiam os processos de informação e comunicação, sejam na área de negócios, de pesquisa ou da educação. Com a popularização da internet, uma das áreas mais favorecidas pelas TICs foi a educacional, principalmente a Educação a Distância (EAD), que é o processo de ensino-aprendizagem onde professor e aluno estão separados espacial e/ou temporalmente, não interagindo fisicamente e sim conectados, interligados pelos recursos tecnológicos à disposição, principalmente por meio da Web.

Para o designer gráfico Kleber Lopes da Silva, que também é licenciado em Artes Visuais, atuando como Tutor Orientador em EAD pela Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás (UFG), o uso de novas tecnologias digitais na educação é uma ponte a mais no processo de aprendizagem, pois são ferramentas que aumentam as possibilidades de acesso que se articulam socialmente por conexões e participações dos sujeitos, principalmente dos alunos.

Agora imagine fazer um curso de inglês, francês ou qualquer outra língua sem sair de onde você está: em casa, no trabalho, no aeroporto, no táxi ou no ponto de ônibus, você pode aproveitar o tempo ocioso para aprender. A novidade é que os cursos de línguas literalmente caíram na web, invadiram as redes sociais e estão sempre ao acesso das mãos, pois as aulas multimídias estão disponíveis em dispositivos móveis como iPhone, iPod Touch, PDAs e SmartPhones com Windows Mobile.

Segundo Kleber, as plataformas nos AVAs (Ambientes Virtuais de Aprendizagem) podem acontecer pelo uso de diversos recursos e atividades, como fóruns, salas de bate-papo, vídeo-aulas, salas de reuniões programadas, com conexão em tempo real, videoconferências, etc. Ele acrescenta que, dentro desses sistemas, muitas atividades podem ser interativas e provocativas, no sentido comunicativo do diálogo, entre os alunos, entre os alunos e professores e vice-versa.

Quanto aos tutores e colegas de curso, um pode estar em outro estado, outro fora do país. Uma das vantagens do curso de idiomas on-line é a possibilidade de interagir com os nativos da língua estudada, trocando experiências e informações por meio de chats, debates e até de jogos.

Mas não se iluda, para aprender um novo idioma usando as TICs, é necessário, em primeiro lugar, muita disciplina. A força de vontade vem logo em seguida, já que a tendência é o abandono do curso, pois, na ausência física de professores e salas de aula, o compromisso é sempre menor.

Se por um lado as TICs, como meios didáticos, podem motivar e despertar a curiosidade de muitos, pois tornam o aprendizado mais interessante e significativo, por outro lado, o orientador Kleber enfatiza que "muitos usuários possuem dificuldades de navegação no Moodle (software livre executado em AVA), por ser uma interface nova, além dos vícios de digitação". Por isso, para realmente tirar proveito dos recursos oferecidos pela EAD, é necessário uma postura crítica em relação ao próprio aprendizado.

Confira abaixo cinco sites que podem ajudar no aprendizado de um novo idioma:

Livemocha

É uma comunidade com versão em português, formada por pessoas de todos os países do mundo e falando mais de 260 línguas, onde alunos, professores e criadores de conteúdos se conectam para aprender novos idiomas e compartilhar/ensinar a sua própria língua. Oferece conta grátis e premium (paga). O Brasil é o país com maior número de usuários.

Englishtown

O site tem versão em português e oferece plataforma interativa, com aulas 100% online, conversações ao vivo e uma rede de alunos. Pode ser testado gratuitamente por um período de 14 dias.

Busuu

Comunidade com versão em português, onde é possível adicionar amigos, enviar mensagens ou chamar usuários para um chat ou videochat. Oferece conta grátis e premium.

Italki

Site com versão em português, que aposta na ideia de parcerias para o aprendizado de línguas, onde se pode escolher alguém para trocar informações e se ajudar mutuamente. Há também grupos de discussão, fóruns e murais de recado e você ainda pode se candidatar a uma vaga de professor no site e ganhar dinheiro ensinando pela internet.

Palabea

Investe na ideia de rede social e permite o upload de fotos e vídeos. A troca de idiomas é feita por aulas gravadas, fotos e podcasts. O site tem versão em português e possui um espaço para novidades e eventos, também conta com fóruns de discussão e grupos de estudo. O Palabea é totalmente gratuito.

Além destes sites, existem vários outros com plataformas e produtos semelhantes, a exemplo do Babbel, Lang-8, Mango e Lernu. A dica é explorar as tecnologias disponíveis e escolher o que melhor se adapta ao seu perfil e à sua necessidade. Se, ao final, você não conseguir ser fluente no idioma escolhido, pelo menos terá expandido a sua visão de mundo.

Carregando...