Mercado abrirá em 8 h 36 min
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,69 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,11 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    67,72
    +1,46 (+2,20%)
     
  • OURO

    1.785,40
    +1,50 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    49.006,39
    -251,13 (-0,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.260,17
    -181,59 (-12,59%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,72 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.491,48
    -275,21 (-1,16%)
     
  • NIKKEI

    27.866,81
    -162,76 (-0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.735,75
    +18,00 (+0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3808
    -0,0145 (-0,23%)
     

Como é ouvir os sons de Marte? Sinta-se no Planeta Vermelho com essas gravações!

·2 min de leitura

O rover Perseverance, que pousou em Marte em fevereiro deste ano, está equipado com dois microfones que já proporcionaram quase cinco horas de gravação de sons diversos, como dos ventos e do som durante o deslocamento na superfície do planeta, por exemplo. As gravações são importantes para os cientistas entenderem o Planeta Vermelho de novas formas — e, claro, a NASA convida o público a escutar os sons de Marte.

Baptiste Chide, cientista planetário que estuda os dados coletados pelos microfones, descreve que esses sons fazem com que o ouvinte se sinta como se estivesse no planeta. “Os sons marcianos têm vibrações de graves fortes, então quando você coloca fones, realmente consegue senti-las; acho que os microfones serão um dispositivo importante para o futuro de Marte e da ciência do Sistema Solar”, disse.

Confira:

O Perseverance é o primeiro veículo robótico enviado a Marte a ser equipado com dois microfones — um fica na lateral do rover e o outro no mastro, para complementar as análises de rochas e da atmosfera realizadas pelo instrumento SuperCam. Para isso, o instrumento faz disparos a laser em rochas e no solo e depois estuda o pó resultante com uma câmera. Como esse processo acontece centenas de vezes por alvo, há ótimas oportunidades para os microfones do rover, que já captaram o som de mais de 25 mil disparados.

Como o som viaja pelo ar, algumas das gravações vêm ajudando os cientistas a saber mais sobre as mudanças na atmosfera do planeta — e o microfone do SuperCam é excelente para isso, porque fica no mastro do rover e, assim, consegue monitorar “microturbulências” causadas por mudanças mínimas no ar. Essas informações complementam aquelas obtidas pelos sensores dedicados do instrumento Mars Environmental Dynamics Analyzer (MEDA).

Indicação do microfone no mastro do rover, como parte do instrumento SuperCam (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech)
Indicação do microfone no mastro do rover, como parte do instrumento SuperCam (Imagem: Reprodução/NASA/JPL-Caltech)

O microfone permite também estudos sobre como o som se propaga no planeta. Como a atmosfera marciana é menos densa que a da Terra, os cientistas já esperavam que sons agudos seriam particularmente difíceis de ouvir — tanto que o registro dos sons do quarto voo do helicóptero Ingenuity foram uma grata surpresa, permitindo que os pesquisadores eliminassem dois de três modelos diferentes, desenvolvidos para demonstrar a propagação do som em Marte.

Você pode conferir todos os sons de Marte, gravados pelo pelos microfones do Perseverance, clicando aqui.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos