Mercado fechado

Como é feita a animação de um filme de anime

Anime é uma forma de arte bastante popular, com fãs no mundo todo, e no Brasil não é diferente. O estilo de animação oriental, tem seu início há muito tempo, olha só: as primeiras animações nesse estilo são do fim dos anos 1910.

Bastante tempo, né? Naquela época, toda animação era feita a mão, quadro a quadro, mas talvez você se pergunte: "como a animação de um episódio ou filme de anime é feita, Lu?" Dá uma olhadinha na matéria aqui embaixo que te conto!

Como é feita a animação de um anime

Sabe, o audiovisual é uma linguagem universal, então muitas etapas de animações produzidas no ocidente são iguais ao do oriente. Mesmo assim, uma coisa fica bem evidente: o resultado costuma ser, ou pelo menos sentimos que é, bem diferente. Você sabe por quê?

Acontece que os estúdios de animação japonesa tem um jeitinho especial de fazer as coisas. Eles são pioneiros em uma técnica chamada "Animação Limitada", poupando o esforço de desenhar cenas parecidas a cada novo quadro. Assim, passa a sensação da cena ter mais movimento do que realmente tem.

Outra técnica bem interessante é que o uso de quadros por segundo (QPS) - número de imagens em um segundo para gerar movimento - é menor. O tradicional é o uso de 24 QPS, enquanto animes utilizam 12, e em alguns casos 6 ou 8.

Dá uma olhadinha no vídeo abaixo, para ver um exemplo de animação limitada! Ah! Se quiser assistir o vídeo inteiro tem que ligar a legenda, viu?

?rel=0&hd=0" width="640" height="385" frameborder="0" allowfullscreen="1">

Talvez você se pergunte: "mas Lu, isso não deixa a imagem com aspecto travado?" Na verdade, não! Junto com a Animação Limitada, os artistas podem movimentar apenas o que é necessário naquela cena. Além disso, pode abrir novas possibilidades criativas!

Menos quadros significa que o trabalho em cada um deles é maior, resultando em cenários mais detalhados e posicionamento de câmera diferente. Bem legal, né?

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: