Mercado fechado

Comgás tem lucro líquido de R$ 367,171 milhões no 4º trimestre, queda de 57,2%

Renato Carvalho

A Comgás registrou lucro líquido de R$ 367,171 milhões no quarto trimestre de 2019, uma queda de 57,2% em relação aos R$ 858,843 milhões apurados no mesmo período de 2018. Em todo o ano passado, a companhia apurou lucro de R$ 1,367 bilhão, alta de 2,1% ante 2018.

No critério normalizado, o lucro da Comgás ficou em R$ 277,027 milhões no trimestre, alta de 2,7% na comparação anual. Em 2019, o indicador somou R$ 1,198 bilhão, avanço de 19,6%.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) entre outubro e dezembro ficou em R$ 633,74 milhões, queda de 42% em relação ao mesmo período de 2018. No ano, ficou em R$ 2,512 bilhões, alta de 14,9%. O Ebitda normalizado do trimestre subiu 5,4%, a R$ 489,614 milhões. No ano, chegou a R$ 2,217 bilhões, avanço de 14,4%.

A receita líquida da Comgás no trimestre teve aumento de 32,1% ante o mesmo período de 2018, para R$ 2,529 bilhões. No ano, as receitas ficaram em R$ 9,514 bilhões, avanço de 39,1%. A companhia bateu o número de 2 milhões de clientes ao final de 2019, com alta de 5,4% ante o final de 2018.

A dívida líquida da Comgás dobrou em um ano, passando de R$ 1,555 bilhão em dezembro de 2018 para R$ 3,597 bilhões no final de 2019. Assim, a alavancagem da companhia, medida pela relação dívida líquida/Ebitda normalizado, saiu de 0,67 vez para 1,62 vez.

Guidances

A Comgás divulgou ainda projeções para o Ebitda normalizado e investimentos para 2020. No caso do primeiro indicador, o intervalo esperado pela companhia fica entre R$ 2,25 bilhões e R$ 2,4 bilhões. Caso atinja o pico desse guidance, a empresa conseguirá um crescimento de 8%.

Já para o capex, a Comgás projeta um valor entre R$ 900 milhões e R$ 1 bilhão. Em todo o ano passado, a empresa investiu R$ 898,78 milhões.