Mercado abrirá em 1 h 23 min
  • BOVESPA

    113.707,76
    +195,38 (+0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.734,04
    -67,64 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,98
    +0,87 (+0,99%)
     
  • OURO

    1.783,80
    +7,10 (+0,40%)
     
  • BTC-USD

    23.498,80
    -272,88 (-1,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    559,11
    -13,70 (-2,39%)
     
  • S&P500

    4.274,04
    -31,16 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    33.980,32
    -171,69 (-0,50%)
     
  • FTSE

    7.513,75
    -2,00 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    19.763,91
    -158,54 (-0,80%)
     
  • NIKKEI

    28.942,14
    -280,63 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.507,25
    +14,00 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2667
    +0,0075 (+0,14%)
     

Comercializadoras de energia pedem open energy inspirado em open banking

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Abraceel (Associação Brasileira das Comercializadoras de Energia) enviou uma carta à diretoria da Aneel apoiando o pedido de sandbox regulatório –ambiente experimental para testar inovações— sobre open energy proposto pela Lemon Energia.

A ideia é levar para o setor o mesmo princípio do open banking. Os dados de consumo de energia elétrica ficariam disponíveis para que o cliente compartilhe com quem quiser.

A princípio, valeria para os grandes consumidores no mercado livre e, futuramente, também para o mercado cativo, caso ocorra a abertura.

A tendência, diz a Abraceel, é que as empresas criem produtos e serviços mais adequados a cada consumidor. O open energy seria mais um passo na abertura deste mercado, segundo a entidade.

Com base na experiência internacional, diz a associação, se espera mais engajamento do consumidor com as informações da conta de luz, maior atuação de empresas de tecnologia no mercado de energia elétrica e corte de custos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos