Mercado fechará em 6 h 44 min
  • BOVESPA

    109.951,49
    +2.121,77 (+1,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.125,01
    -210,50 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,57
    +0,10 (+0,13%)
     
  • OURO

    1.893,70
    +3,00 (+0,16%)
     
  • BTC-USD

    22.698,65
    -483,08 (-2,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    522,92
    -13,97 (-2,60%)
     
  • S&P500

    4.117,86
    -46,14 (-1,11%)
     
  • DOW JONES

    33.949,01
    -207,68 (-0,61%)
     
  • FTSE

    7.942,72
    +57,55 (+0,73%)
     
  • HANG SENG

    21.624,36
    +340,84 (+1,60%)
     
  • NIKKEI

    27.584,35
    -22,11 (-0,08%)
     
  • NASDAQ

    12.685,25
    +140,00 (+1,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5769
    +0,0095 (+0,17%)
     

Comer batata aumenta o risco de diabetes?

Muitos temem uma possível associação entre a batata e diabetes tipo 2. No entanto, um estudo recentemente publicado no periódico científico Diabetes Care aponta que tudo depende do método de preparação desse ingrediente. Para entender melhor essa relação, os pesquisadores analisaram informações de mais de 54 mil pessoas.

Esses participantes preencheram um questionário de frequência alimentar de 192 itens. Os pesquisadores descobriram que aqueles com a maior ingestão total de vegetais tiveram um risco 21% menor de desenvolver diabetes tipo 2, em comparação com o outro grupo.

Enquanto isso, os participantes com maior consumo de batata tiveram um risco 9% maior de diabetes tipo 2, em comparação com o grupo que comia a menor quantidade diária. No entanto, os pesquisadores analisaram a fundo cada método de preparação, e perceberam que batatas cozidas não estavam associadas a um risco maior de desenvolver a doença.

Qual é a relação entre batata e diabetes?

Comer batata não aumenta o risco de diabetes, mas depende do método de preparação (Imagem: tycoon101/envato)
Comer batata não aumenta o risco de diabetes, mas depende do método de preparação (Imagem: tycoon101/envato)

No entanto, os participantes com maior consumo de purê de batatas, batatas fritas ou salgadinhos também consumiam mais manteiga, carne vermelha e refrigerantes, que são conhecidos por aumentar o risco de diabetes tipo 2, o que pode justificar essa relação.

Inclusive, os especialistas recomendam substituir o arroz branco e o macarrão por batata cozida, pois a batata tem fibras, vitamina C e outros nutrientes. "Na batata, obtemos outros nutrientes que não encontramos no arroz branco ou no macarrão”, apontam os autores do estudo.

No entanto, os próprios responsáveis pelo estudo reconhecem que ainda é preciso levar a pesquisa sobre essa relação entre batata e diabetes adiante, considerando possíveis limitações, como o fato de que foram os próprios participantes que relataram essas dietas, e que os pesquisadores analisaram os hábitos alimentares apenas durante um ano.

Diabetes tipo 2

Segundo o Ministério da Saúde, diabetes tipo 2 ocorre quando o corpo não aproveita adequadamente a insulina produzida. A causa do diabetes tipo 2 está diretamente relacionada ao sobrepeso, sedentarismo, triglicerídeos elevados, hipertensão.e hábitos alimentares inadequados.

A Pasta aponta que é essencial manter acompanhamento médico para tratar, também, dessas outras doenças, que podem aparecer junto com o diabetes. Cerca de 90% dos pacientes diabéticos no Brasil têm esse tipo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: