Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.926,51
    +518,48 (+0,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Com teto de gastos, aumento de salários para servidores demanda corte no Orçamento, diz Sachsida

·1 min de leitura

BRASÍLIA (Reuters) - O secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida, afirmou nesta quarta-feira que, com a regra do teto de gastos, a concessão de aumento salarial para servidores públicos demandará redução de alguma outra despesa.

Em coletiva de imprensa, ele pontuou que, se existe demanda para reajuste, será preciso mostrar qual gasto será diminuído para gerar esse aumento de despesa.

A fala vem após o presidente Jair Bolsonaro destacar na véspera que, com a aprovação da PEC dos Precatórios, um aumento para o funcionalismo público poderá ser feito, justificando a necessidade da medida pela alta inflação corrente.

(Por Marcela Ayres)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos