Mercado abrirá em 2 h 32 min
  • BOVESPA

    110.334,83
    +299,66 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.784,58
    +191,67 (+0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,73
    +0,09 (+0,15%)
     
  • OURO

    1.723,90
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    49.005,95
    +1.804,18 (+3,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    985,36
    -1,29 (-0,13%)
     
  • S&P500

    3.901,82
    +90,67 (+2,38%)
     
  • DOW JONES

    31.535,51
    +603,14 (+1,95%)
     
  • FTSE

    6.620,16
    +31,63 (+0,48%)
     
  • HANG SENG

    29.095,86
    -356,71 (-1,21%)
     
  • NIKKEI

    29.408,17
    -255,33 (-0,86%)
     
  • NASDAQ

    13.207,00
    -72,75 (-0,55%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7721
    -0,0235 (-0,35%)
     

Com reservas, Santos perde pênalti e é derrotado para o Fortaleza

Fábio Lázaro
·4 minuto de leitura

O Santos não conseguiu chegar a sua terceira vitória seguida no Campeonato Brasileiro. No estádio do Castelão, no Estado do Ceará, o Peixe perdeu por 2 a 0 para o Fortaleza, pela 31ª rodada do Brasileirão, e perdeu a oportunidade de subir para a sétima colocação da competição nacional.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Os dois gols do time cearense foram marcados no segundo tempo, com Carlinhos, de pênalti, aos 3 minutos, e Wellington Paulista, minutos após sair do banco de reservas, aos 20.

O Alvinegro teve a oportunidade de sair na frente, mas aos 43 minutos do primeiro tempo o meia Jean Mota desperdiçou um pênalti, que foi defendido pelo goleiro Felipe Alves.

Leia também:

BAIXA NO AQUECIMENTO

Antes mesmo da bola rolar no Castelão, o Santos já teve um problema. O zagueiro Alex Nascimento sentiu dores no joelho esquerdo e foi substituído pelo volante Guilherme Nunes. A mudança fez com que, minutos antes da bola rolar, o técnico Cuca mudasse a sua ideia de jogo, que seria com três zagueiros, em uma espécie de 5-2-3, para uma 4-3-3.

PRIMEIRO TEMPO FRACO

Talvez por conta da necessidade de mudar o esquema tático pouco antes do jogo começar, o Peixe inciou o jogo resguardado no campo de defesa. Com a bola no pé, o Fortaleza teve mais posse, mas parecia perdido com ela sob o seu domínio. O Leão do Pici esteve no campo adversário quase durante todo o primeiro tempo, mas não criava oportunidades, pois era pouco criativo.

PÊNALTI PARA O SANTOS

O primeiro chute em direção ao gol no jogo aconteceu aos 44 minutos de partida, após o árbitro mineiro Ricardo Marques Ribeiro checar o VAR e marcar um pênalti a favor do Peixe. O atacante Lucas Braga tentou o cruzamento pelo lado direito e a bola tocou no braço do zagueiro Jackson. No entanto, Jean Mota parou no goleiro Felipe Alves na cobrança da penalidade e, embora fosse o primeiro a finalizasse em meta no duelo, não converteu a chance em bola na rede.

PEQUENA MELHORA NO JOGO

Após o pênalti desperdiçado por Jean Mota, o jogo ganhou maior velocidade, porém só durante o acréscimo da etapa inicial. O Peixe chegou a finalizar mais uma vez ao gol. E no que crescia o Alvinegro, o Fortaleza conseguiu impor o seu estilo de jogo, entregando a bola para o adversário. Na última chance do primeiro tempo, o atacante David saiu na cara do goleiro João Paulo que, com um leve tapa, fez uma grande defesa.

PÊNALTI PARA O LEÃO

Se no primeiro tempo o Fortaleza teve a bola, mas não foi efetivo, o Leão mudou completamente logo de cara na etapa final. Aos dois minutos, o atacante Osvaldo foi acionado pelo lado esquerdo e recebeu uma carga por trás do lateral Madson. Dentro da área, a arbitragem não titubeou para marcar pênalti, revisado e confirmado pelo VAR. Diferentemente de Jean Mota, que perdeu a cobrança para o Peixe aos 43 minutos de jogo, o lateral Carlinhos, do Leão, converteu, em batida forte no canto esquerdo de João Paulo, que caiu para o canto oposto.

PEIXE CRESCE

Atrás do placar, o Santos teve que sair mais para o jogo. O Peixe teve mais posse de bola, mas não conseguia criar. O principal momento foi aos 12 minutos do segundo tempo, em chute que Arthur Gomes arriscou na entrada da área e obrigou Felipe Alves fazer uma defesa estranha, dando rebote, que não foi aproveitado pelos santistas. Contudo, indo para cima, o Alvinegro dava aos cearenses o jogo que eles gostavam, oportunizando as jogadas em velocidade em contra-ataques.

FORTALEZA AMPLIA

O segundo gol do Fortaleza estava no banco de reservas, mas os responsáveis por ele entraram em campo aos 14 minutos da etapa final: Yuri César e Wellington Paulista. Seis minutos depois, o garoto Yuri fez boa jogada trazendo para o meio e deixando a marcação santista para trás, quando a zaga do Peixe abriu o camisa 57 serviu Wellington Paulista na entrada da pequena área que, frio, apenas encobriu o goleiro João Paulo.

FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 2 X 0 SANTOS


Estádio: Castelão, Fortaleza (CE)
Data e hora: 21 de janeiro de 2021, às 19h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Sidimar dos Santos Meurer (MG)
Árbitro de vídeo: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Cartões amarelos: Felipe, Romarinho e Carlinhos (Fortaleza)

GOLS: 1-0 Juninho (3'/2T); 2-0 Wellington Paulista (20'/2T)

FORTALEZA: Felipe Alves; Gabriel Dias, Paulão, Jackson e Carlinhos; Juninho (Derley, 43'/2T), Felipe (Ronald, 28'/2T) e Mariano Vázquez (Wellington Paulista, 14'/2T); Osvaldo (Yuri César), David e Romarinho (Tinga, 28'/2T). Técnico: Enderson Moreira.

SANTOS: João Paulo; Madson, Laércio, Luiz Felipe e Felipe Jonatan; Guilherme Nunes (Wagner Leonardo, 34'/2T), Sandry e Jean Mota (Lucas Lourenço, 17'/2T); Lucas Braga (Angelo, 37'/2T), Marcos Leonardo (Bruno Marques, 17'/2T) e Arthur Gomes (Tailson, 34'/2T). Técnico: Cuca.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos