Mercado fechado

Com redução de despesas e custos, prejuízo da Invepar cai 5,8% no 3° trimestre

Rita Azevedo

O prejuízo da dona da concessionária que administra a Linha Amarela no Rio de Janeiro somou R$ 76,6 milhões A Investimentos e Participações em Infraestrutura (Invepar) registrou prejuízo atribuído a controladores de R$ 76,6 milhões no terceiro trimestre, o que representa queda de 5,8% na comparação anual. A melhora foi atribuída pela companhia à redução das despesas operacionais e à queda dos custos.

A receita da dona da concessionária que administra a Linha Amarela no Rio de Janeiro recuou 1,7% puxada pela queda na receita de construção. A margem bruta, que mede a rentabilidade sobre a venda de serviços, aumentou de 34,98% para 38,55%.

O resultado antes do financeiro e dos tributos cresceu 3,6%, para R$ 303,9 milhões, compensando em parte o aumento de 5% do prejuízo financeiro líquido, para R$ 428,2 milhões.

Em termos ajustados, a receita líquida da Invepar cresceu 5,2% no trimestre, com o aumento de 4,3% no número de veículos pagantes.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) avançou 6,6%, para R$ 646,5 milhões.