Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.177,31
    -92,76 (-0,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    55.189,34
    +317,98 (+0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,11
    +0,96 (+1,20%)
     
  • OURO

    1.929,70
    -12,90 (-0,66%)
     
  • BTC-USD

    23.027,26
    +107,09 (+0,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    522,98
    -4,20 (-0,80%)
     
  • S&P500

    4.060,43
    +44,21 (+1,10%)
     
  • DOW JONES

    33.949,41
    +205,57 (+0,61%)
     
  • FTSE

    7.761,11
    +16,24 (+0,21%)
     
  • HANG SENG

    22.566,78
    +522,13 (+2,37%)
     
  • NIKKEI

    27.362,75
    -32,26 (-0,12%)
     
  • NASDAQ

    12.073,00
    +199,75 (+1,68%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5198
    -0,0190 (-0,34%)
     

Com R$ 10 bilhões de 'prejuízo' com bitcoin, bilionário volta seus olhos para a arte

Michael Saylor, fundador e ex-CEO da MicroStrategy.
Michael Saylor, fundador e ex-CEO da MicroStrategy.

Em agosto de 2020, Michael Saylor anunciava a primeira compra de Bitcoin por sua empresa. Desde então, a MicroStrategy já acumulou 132.500 bitcoins, boa parte adquirida quando o mercado estava aquecido, torrando US$ 4 bilhões (R$ 21,8 bi) desde então.

Para Saylor, “não existe segundo melhor” investimento. No entanto, a nova política monetária do Fed acabou esfriando o mercado até o mesmo presenciar um dos maiores “invernos” de seus 14 anos, deixando a MicroStrategy com um prejuízo de quase R$ 10 bilhões.

Questionado sobre o assunto, o bilionário já afirmou que o Bitcoin é um investimento de longo prazo. Ou seja, Saylor acredita que o Bitcoin é para daqui a 4, 5 anos, ou até mesmo para ser deixado para filhos e netos.

Sem muito o que fazer enquanto aguarda este tempo, já que abandonou o cargo de CEO da MicroStrategy, Saylor parece estar focado na arte. Para quem já viu algum de seus vídeos, logo lembra de seu quadro com um navio, mas atualmente seu gosto está um pouco mais “laranja”.

A galeria de arte virtual de Michael Saylor

Deixando os textos e entrevistas de lado, agora o Twitter de Michael Saylor mais parece uma galeria de arte virtual. No entanto, mesmo mudando a linguagem, seu foco continua o mesmo: bitcoin.

“Bitcoin é um enxame de vespas cibernéticas.”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

“Tempo para o Bitcoin.”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

“Acredite no Bitcoin.”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

“Bitcoin é a chave.”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

“Bitcoin é liberdade.”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

“Bitcoin é um presente.”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

“Bitcoin é hard money.”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

“Bitcoin é ouro digital.”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

“Ho Ho Hodl”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

MicroStrategy pode surpreender a todos

Deixando a arte de lado, Michael Saylor possui 17.732 bitcoins (R$ 1,6 bilhão), já a MicroStrategy outros 132.500 BTC (R$ 12,2 bilhões). Em números percentuais, isso representa pouco mais de 0,63% de todos os bitcoins do mundo.

Ou seja, mesmo que Saylor tenha errado no tempo da compra, sua empresa pode surpreender a todos em um provável próximo ciclo de alta do Bitcoin. Afinal, ela possui uma grande fatia de um ativo tão escasso.

Até lá, o bilionário continuará ocupando a sua mente. Além da arte, vale lembrar que Saylor também possui um site dedicado a ensinar outras pessoas sobre BTC. Mais recentemente, também mostrou interesse em lançar novos produtos relacionados a Lightning Network, prometendo melhorar a experiência do usuário.

Fonte: Livecoins

Veja mais notícias sobre Bitcoin. Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.