Mercado abrirá em 5 h 39 min
  • BOVESPA

    108.487,88
    +1.482,88 (+1,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,30
    +228,40 (+0,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,30
    +1,02 (+0,92%)
     
  • OURO

    1.851,90
    +9,80 (+0,53%)
     
  • BTC-USD

    30.471,41
    +1.086,67 (+3,70%)
     
  • CMC Crypto 200

    681,14
    +7,77 (+1,15%)
     
  • S&P500

    3.901,36
    +0,57 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    31.261,90
    +8,80 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.446,50
    +56,52 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    20.417,61
    -299,63 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.001,52
    +262,49 (+0,98%)
     
  • NASDAQ

    11.982,75
    +142,00 (+1,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1574
    +0,0046 (+0,09%)
     

Com quantos dias posso fazer o teste de covid-19?

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Para saber se você está ou não com covid-19, é possível optar por diferentes testes, como o RT-PCR, o de antígeno ou ainda o autoteste. No entanto, a precisão do exame para a infecção do coronavírus SARS-CoV-2 dependerá do dia em que foi testar. Caso contrário, o risco de falso negativo pode ser alto.

O ideal é contar os dias a partir do início dos sintomas da infecção pelo vírus da covid-19. Apesar das variações entre os exames, é possível considerar que o exame deve ser feito por volta do terceiro dia. Entre os principais sintomas da doença, estão:

  • Febre;

  • Tosse;

  • Dor de garganta;

  • Coriza;

  • Dor de cabeça;

  • Perdas olfativas e/ou gustativas;

  • Dores no corpo.

Em alguns casos, a pessoa também pode fazer o teste da covid-19 após entrar em contato com alguém que testou positivo para a infecção e teve o diagnóstico confirmado. Neste caso, a orientação é fazer a testagem no quinto dia da possível exposição.

Precisão do exame da covid depende do dia em que a pessoa fez o teste (Imagem: Abdelrahman_El-masry/Envato)
Precisão do exame da covid depende do dia em que a pessoa fez o teste (Imagem: Abdelrahman_El-masry/Envato)

Qual é o período ideal para fazer cada teste da covid?

RT-PCR

De forma geral, a realização do exame RT-PCR é indicada, preferencialmente, entre o terceiro e o quarto dia do início dos sintomas da covid. Segundo o Ministério da Saúde, quando o paciente está com síndrome gripal (SG) ou síndrome respiratória aguda grave (SRAG), é possível testar até o oitavo dia. Agora, pacientes graves e hospitalizados podem realizar a coleta até o décimo quarto dia.

É importante destacar que este exame é considerado o padrão ouro na detecção do coronavírus SARS-CoV-2. Em outras palavras, é a forma mais segura de atestar se um paciente está infectado (ou não).

Teste rápido de antígeno

Teste rápido da covid deve ser feito entre o primeiro e o sétimo dia do início dos sintomas da covid (Imagem: Gpointstudio/Envato)
Teste rápido da covid deve ser feito entre o primeiro e o sétimo dia do início dos sintomas da covid (Imagem: Gpointstudio/Envato)

Outra opção para quem deseja se testar, é o teste rápido de antígeno (TR-Ag). Normalmente, são mais eficientes na fase aguda da covid-19. Por isso, a coleta da amostra deve ser feita entre o primeiro e o sétimo dia do início dos sintomas da infecção.

Agora, pessoas que estão assintomáticas (sem sintomas), mas que tiveram contato com casos confirmados da covid-19, devem fazer o teste no quinto dia. É o momento mais recomendado, segundo a Saúde.

Autoteste

A última opção de teste da covid-19 é o autoteste. Neste caso, a pessoa deve fazer a coleta da amostra entre o primeiro e o sétimo dia do início dos sintomas. Em caso de contato com alguém infectado, a orientação é realizar a testagem no quinto dia.

Dependendo do autoteste, ele pode ter sensibilidade similar ao TR-Ag. No entanto, é utilizado apenas para a triagem e, por exemplo, não pode ser usado como atestado médico, já que a coleta não é feita e nem passa pela supervisão de um profissional de saúde.

Vale lembrar que, em casos graves, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não recomenda o uso dos autotestes. "Não utilize o autoteste caso você apresente sintomas como falta de ar, baixos níveis de saturação de oxigênio (abaixo de 95%), cianose (cor azulada nas unhas, pele, lábios), letargia (sono profundo), confusão mental, sinais de desidratação", explica. Nessas circunstâncias, o paciente deve procurar imediatamento um serviço de saúde.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos