Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.345,82
    +1.857,94 (+1,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.376,89
    -141,41 (-0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,59
    +0,31 (+0,28%)
     
  • OURO

    1.852,10
    +10,00 (+0,54%)
     
  • BTC-USD

    29.357,99
    -581,82 (-1,94%)
     
  • CMC Crypto 200

    658,56
    -16,31 (-2,42%)
     
  • S&P500

    3.973,75
    +72,39 (+1,86%)
     
  • DOW JONES

    31.880,24
    +618,34 (+1,98%)
     
  • FTSE

    7.513,44
    +123,46 (+1,67%)
     
  • HANG SENG

    20.470,06
    -247,18 (-1,19%)
     
  • NIKKEI

    27.001,52
    +262,49 (+0,98%)
     
  • NASDAQ

    12.056,00
    +215,25 (+1,82%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1471
    -0,0057 (-0,11%)
     

Com quantos anos as pessoas costumam ter depressão pela primeira vez?

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Um relatório publicado no último dia 7 no Our World in Data buscou entender com quantos anos as pessoas costumam ter depressão pela primeira vez. Segundo a equipe por trás da análise, há várias maneiras de medir: uma delas é descobrir quando surgem os primeiros sintomas, e a outra é descobrir com que idade as pessoas foram diagnosticadas pela primeira vez com a doença.

Por meio de uma meta-análise (ou seja, a combinação minuciosa de dados obtidos em diversos estudos publicados anteriormente), os cientistas perceberam que, em média, as pessoas experimentaram os sintomas de depressão cinco anos antes do diagnóstico.

Assim, a média calculada com base nos sintomas é de 26 anos. Já quando a técnica envolve medir com base no diagnóstico, a idade média é de 31 anos. Os dados também mostraram uma ampla gama de sintomas e diagnóstico, com direito a informações de pacientes que não apresentaram sintomas antes dos 34 anos, ou que não foi diagnosticados antes dos 46.

Diagnósticos de depressão têm sido mais precoces

A meta-análise do Our World In Data permitiu descobrir que os diagnósticos de depressão vêm surgindo mais cedo (Imagem: twenty20photos/envato)
A meta-análise do Our World In Data permitiu descobrir que os diagnósticos de depressão vêm surgindo mais cedo (Imagem: twenty20photos/envato)

No entanto, o relatório ressalta que muitos países trazem diagnósticos de depressão e transtorno bipolar mais cedo do que no passado. Em 1996, a idade do diagnóstico variou muito: o público jovem, adulto e idoso teve uma chance semelhante de ser diagnosticado com a depressão pela primeira vez. Já em 2016, as pessoas foram diagnosticadas muito mais cedo — no início da idade adulta.

A teoria dos especialistas em torno das mudanças nessa distribuição etária é que as pessoas se tornaram mais dispostas a buscar tratamento para problemas de saúde mental e há mais diretrizes sobre como diagnosticar doenças em crianças e adolescentes do que no passado, levando esse público a ser mais propenso a um diagnóstico logo durante o primeiro episódio de depressão.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos