Mercado fechará em 2 h 31 min
  • BOVESPA

    104.096,69
    -3.638,32 (-3,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.859,96
    -160,09 (-0,31%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,28
    +0,78 (+0,95%)
     
  • OURO

    1.790,60
    +8,70 (+0,49%)
     
  • BTC-USD

    61.271,40
    -2.154,81 (-3,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.454,93
    -48,11 (-3,20%)
     
  • S&P500

    4.535,70
    -14,08 (-0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.609,70
    +6,62 (+0,02%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.320,00
    -158,75 (-1,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6497
    +0,0687 (+1,04%)
     

Com passaporte da vacina e testes, Rio começa a autorizar festas sem máscaras

·2 minuto de leitura

Na quarta-feira (22), a cidade do Rio de Janeiro autorizou a realização de três eventos durante o mês de outubro, onde nem máscaras e nem o distanciamento social impostos para reduzir a transmissão da covid-19 serão necessários. Segundo a Secretaria de Saúde (SMS), deve ser exigido comprovante de vacinação contra o coronavírus SARS-CoV-2 e teste negativo para a doença feito, no mínimo, com 48 horas de antecedência.

Duas festas ocorrerão ao ar livre, sendo uma no Centro da cidade e a outra no Alto da Boa Vista. Ambas poderão receber até 5 mil pessoas, segundo a autorização da prefeitura. Já o terceiro evento será uma festa de aniversário para 500 convidados em um hotel na zona sul.

Rio de Janeiro autoriza festas com mais de 5 mil pessoas para o mês de outubro (Imagem: Reprodução/AtlasComposer/Envato Elements)
Rio de Janeiro autoriza festas com mais de 5 mil pessoas para o mês de outubro (Imagem: Reprodução/AtlasComposer/Envato Elements)

De acordo com a SMS, outros pedidos de festas foram feitos, mas ainda estão em análise pela pasta. “Para serem autorizados, os eventos precisam apresentar protocolo sanitário com testagem e é obrigatória a comprovação vacinal por todos os presentes”, esclarece a secretaria.

Sobre a flexibilização das medidas de proteção contra a covid-19, a SMS defende que são possíveis devido à melhora no quadro epidemiológico na cidade, com a redução na ocupação de leitos e queda no número de casos e óbitos confirmados.

Vacinação contra a covid-19 no estado

De acordo com os dados levantados pelo consórcio de veículos da imprensa sobre a vacinação contra a covid-19 no Brasil, apenas 36% da população do estado do Rio de Janeiro está totalmente imunizada, ou seja, recebeu as duas doses ou o imunizante de dose única. Outros estados, como Mato Grosso do Sul e São Paulo, já ultrapassaram os 50%.

Vale lembrar que o estudo do Instituto Butantan, em Serrana (SP), apontou para a necessidade de se imunizar pelo menos 75% da população para cortar a transmissão do coronavírus.

Volta das torcidas no futebol do Rio

Além dos eventos, as torcidas retomaram os jogos de futebol na cidade. Na quarta (22), o Flamengo já entrou em campo com a presença de torcedores e, no próximo domingo (26), será a vez do Botafogo contar com a presença do público.

Nos jogos, ainda é obrigatório o uso de máscaras e distanciamento nas arquibancadas, segundo a SMS. Além disso, a pessoa deve apresentar um teste negativo para covid-19 e estar com a carteira de vacinação em dia.

Só que imagens da última partida do Flamengo contra o Barcelona de Guayaquil mostram que a regra não foi respeita por todos. Além disso, segundo as autoridades de saúde, 1% dos torcedores que iriam comparecer testaram positivo para a covid-19 e, por isso, não entraram. O número representa cerca de 180 pessoas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos