Mercado abrirá em 3 h 48 min
  • BOVESPA

    119.371,48
    -690,52 (-0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.092,31
    +224,69 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    +0,23 (+0,37%)
     
  • OURO

    1.784,30
    +2,30 (+0,13%)
     
  • BTC-USD

    48.649,52
    -5.288,36 (-9,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.111,05
    -132,01 (-10,62%)
     
  • S&P500

    4.134,98
    -38,44 (-0,92%)
     
  • DOW JONES

    33.815,90
    -321,41 (-0,94%)
     
  • FTSE

    6.921,78
    -16,46 (-0,24%)
     
  • HANG SENG

    29.078,75
    +323,41 (+1,12%)
     
  • NIKKEI

    29.020,63
    -167,54 (-0,57%)
     
  • NASDAQ

    13.768,50
    +18,25 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5540
    +0,0124 (+0,19%)
     

Com pandemia, Polícia Militar de SP adia prova de concurso para soldados

LUCA CASTILHO
·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Polícia Militar de São Paulo adiou a primeira fase do concurso para ingresso na Escola Superior de Soldados. O anúncio foi feito oficialmente no Diário Oficial, no último sábado (20), e a decisão está ligada à pandemia do novo coronavírus. Prevista para o dia 11 de abril, a prova de conhecimentos gerais ainda não tem previsão para ser realizada, mas, segundo nota oficial da Secretaria de Estado da Segurança Pública enviada à reportagem, a nova data já está em estudo e será divulgada previamente para os candidatos se organizarem. Ainda no comunicado, o órgão destacou que a alteração foi feita em virtude do atual estágio da pandemia e das restrições previstas no Plano SP, que adotou regras mais rígidas do que as da fase vermelha e que devem permanecer até, no mínimo, dia 30 de março. Além disso, o adiamento busca garantir a maior segurança e preservação da saúde de todos os candidatos. A prova, que seguirá sendo de forma presencial, respeitando todos os protocolos de segurança sanitária, conta com 115.045 inscritos para um total de 2.700 vagas oferecidas. Com remuneração inicial de R$ 3.318,53, o processo de seleção preencherá vagas para a formação de agentes que realizarão, principalmente, funções de policiamento ostensivo e de preservação da ordem pública. Além da prova de conhecimentos com questões objetivas e dissertativas, o concurso ainda conta com exames de aptidão física e de saúde, psicológico, avaliação da conduta social, da reputação e da idoneidade e análise de documentos. Os candidatos devem ter entre 17 e 30 anos (exceto para aqueles que já pertencem ao quadro da PM paulista), possuir ensino médio completo e estar em dia com as obrigações eleitorais e militares. Também é exigido ser habilitado para condução de veículo entre as categorias "B" e "E". Ainda é necessário ter alturas mínimas de 1,55 m (mulheres) e de 1,60 m (homens). O curso de formação para soldado PM 2ª classe tem duração média de um ano e é realizado na Escola Superior de Soldados "Coronel PM Eduardo Assumpção", na zona norte da capital, e nos núcleos de formação no interior. Para se manter informado, o candidato pode acompanhar as informações por meio do Diário Oficial do Estado (www.imprensaoficial.com.br), Portal de Concursos Públicos do Estado (www.concursopublico.sp.gov.br), página de concursos da Polícia Militar (www.concursos.policiamilitar.sp.gov.br) e portal Vunesp. Os candidatos que se declararam pretos, pardos ou indígenas e que manifestaram interesse pela pontuação diferenciada, passarão, ainda, pela etapa de verificação da autodeclaração.