Mercado abrirá em 3 h 27 min
  • BOVESPA

    109.786,30
    +2.407,38 (+2,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.736,48
    +469,28 (+1,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,33
    +0,42 (+0,94%)
     
  • OURO

    1.811,30
    +6,70 (+0,37%)
     
  • BTC-USD

    19.118,90
    +264,92 (+1,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    378,35
    +8,60 (+2,33%)
     
  • S&P500

    3.635,41
    +57,82 (+1,62%)
     
  • DOW JONES

    30.046,24
    +454,97 (+1,54%)
     
  • FTSE

    6.439,99
    +7,82 (+0,12%)
     
  • HANG SENG

    26.669,75
    +81,55 (+0,31%)
     
  • NIKKEI

    26.296,86
    +131,27 (+0,50%)
     
  • NASDAQ

    12.113,75
    +37,75 (+0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4135
    +0,0166 (+0,26%)
     

Com maior jejum no ano pelo Palmeiras, Luiz Adriano tenta acabar com seca em Goiânia

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·1 minuto de leitura


O Palmeiras tenta se recuperar no Campeonato Brasileiro neste domingo (25), às 16h (horário de Brasília) contra o Atlético-GO, fora de casa. O Verdão vem de quatro derrotas seguidas no torneio nacional e o caminho das vitórias passa pelos pés de Luiz Adriano.

O atacante tem vivido com problemas físicos, desfalcou o time e, quando esteve em campo, passou em branco. São sete partidas sem marcar e este é o maior jejum dele na temporada de 2020. Contra o Tigre, na goleada por 5 a 0, o camisa 10 desperdiçou um pênalti.

A última vez em que balançou as redes adversárias aconteceu justamente em uma penalidade máxima, contra o Corinthians, no triunfo por 2 a 0. Desde então, foram cinco oportunidades como titular (Guaraní, Flamengo, Coritiba, Fortaleza e Tigre) e duas entrando no decorrer da partida (Grêmio e São Paulo). O atacante só atuou do início ao fim diante do clube carioca.

Antes goleador absoluto do Palmeiras na temporada, Luiz viu, no período de seca, Willian o superar na artilharia. Estacionado nos 11 gols, ele está três atrás do Bigode. Ambos são os principais no quesito no ano.

São 48 partidas com a camisa alviverde e 18 gols marcados. No tempo em que está no clube, a maior série sem gols dele aconteceu entre o fim da temporada passada e início da atual, quando ficou nove compromissos sem marcar - Grêmio, Fluminense e Flamengo (2019) e Atlético Nacional, New York City, Ituano, São Paulo, Red Bull Bragantino e Ponte Preta (2020).

Ele voltou a marcar somente no triunfo por 3 a 1 sobre o Mirassol, no primeiro jogo do Palmeiras no gramado sintético do Allianz Parque.