Mercado fechado

Com ISS superlotada, astronauta da Crew-1 precisará dormir na nave Crew Dragon

Danielle Cassita
·2 minuto de leitura

Depois de alguns adiamentos, a NASA e a SpaceX deverão lançar no próximo sábado (14) quatro astronautas com destino à Estação Espacial Internacional (ISS), a bordo da nave Crew Dragon — ou “Resilience”, como a tripulação a apelidou. Eles vão se juntar aos três tripulantes da Expedição 64, então a estação deverá ficar um pouquinho apertada, e alguém provavelmente terá que dormir na espaçonave.

Acontece que Kate Rubins, astronauta da NASA, e os cosmonautas Sergey Ryzhikov e Sergey Kud-Sverchkov estão a bordo do laboratório orbital desde outubro. Com a chegada da tripulação da Crew-1, haverá um total de sete astronautas na ISS pela primeira vez — e o problema é que existem somente seis dormitórios por lá. E como Mike Hopkins é o comandante da Crew-1, coube a ele se voluntariar para dormir em outro lugar, que talvez seja a Crew Dragon: “estamos atualmente com um dormitório a menos para a tripulação na estação", disse ele a repórteres. "Enquanto isso, eles estão explorando opções onde eu possa dormir, incluindo a própria cápsula". Ele comentou também que, durante a era dos ônibus espaciais, os comandantes costumavam dormir na cabine da nave.

A tripulação da Crew-1 (Imagem: Reprodução/SpaceX )
A tripulação da Crew-1 (Imagem: Reprodução/SpaceX )

Segundo Hopkins, até existem planos para o envio de mais dormitórios para a estação, mas eles não vão chegar lá a tempo. Tecnicamente, a nave da SpaceX pode comportar sete passageiros, mas isso causa outro inconveniente: “teria espaço para eles, mas não para as cargas”, explicou Shannon Walker, astronauta da NASA. Além da “lotação” nos dormitórios, os astronautas também vão precisar se revezar para usarem os equipamentos de exercícios físicos. "Um dos principais pontos que vamos ter que nos atentar mais é o agendamento de tudo, principalmente dos equipamentos de exercícios", disse Walker. "Todos temos que nos exercitar todos os dias, e isso é muito importante. Existem cronogramas bem mais apertados associados ao uso dos equipamentos, o que vai nos dar menos flexibilidade no resto do dia".

A Crew-1 será a primeira missão tripulada operacional da NASA com a SpaceX. A missão conta com o comandante Michael Hopkins, o piloto Victor Glover e a especialista em missões Shannon Walker, todos estadunidenses, que irão voar junto de Soichi Noguchi, astronauta da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA). O quarteto chegou à Flórida no início da semana, e segue se preparando e testando procedimentos para o lançamento, que deverá ocorrer neste fim de semana.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: