Mercado abrirá em 45 mins
  • BOVESPA

    106.373,87
    -553,92 (-0,52%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.973,27
    +228,35 (+0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,28
    +1,46 (+1,74%)
     
  • OURO

    1.809,30
    -7,20 (-0,40%)
     
  • BTC-USD

    41.898,88
    -903,23 (-2,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.002,65
    -23,08 (-2,25%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.557,85
    -53,38 (-0,70%)
     
  • HANG SENG

    24.112,78
    -105,25 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    28.257,25
    -76,27 (-0,27%)
     
  • NASDAQ

    15.296,50
    -299,25 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2880
    -0,0058 (-0,09%)
     

Com Irã fechando mineração novamente, preço do Bitcoin cai

·2 min de leitura
Lego minerador, Bitcoin e bandeira do Irã ao fundo
Lego minerador, Bitcoin e bandeira do Irã ao fundo

O preço do Bitcoin havia se recuperado acima de US$ 50 mil nos últimos dias, mas voltou a cair nesta terça-feira (28), sendo a mineração banida pelo Irã um dos possíveis motivos.

O temor do mercado é de que o banimento de países a atividade de mineração volte a acontecer, como visto pelo mercado no decorrer de 2021.

Um dos governos que marcou esse movimento é a China, que baniu a mineração de Bitcoin e a rede registrou uma de suas maiores quedas no hashrate. Essa medida indica a força da segurança da rede, ou seja, quanto maior melhor.

Nos últimos meses, a taxa chegou a uma total recuperação do banimento chinês, mas o mercado segue acompanhando o assunto com cautela.

Taxa de hash do Bitcoin despencou com saída da China, mas recuperou com força
Taxa de hash do Bitcoin despencou com saída da China, mas recuperou com força

Com Irã fechando a mineração do Bitcoin novamente, preço cai no mercado

O mercado sente os efeitos de mais um país fechando as portas da mineração. Isso porque, o Ministério de Energia do Irã restringiu a mineração do Bitcoin desde o último domingo (26).

O Irã permite que instalações de mineração de Bitcoin se instalem no país nos últimos anos. Como é um país com grandes embargos sofridos pelos Estados Unidos, a chegada do Bitcoin faz com que essa economia volte a negociar no mercado internacional sem sofrer embargos em suas transações.

Contudo, a mineração é um setor fiscalizado pelo Ministério de Energia com atenção naquele país, visto que este setor é apontado como culpado pelo desabastecimento energético no país. Durante o inverno, por exemplo, estima-se que a energia produzida pelo país seja mais afetada e causa desabastecimentos.

Além de empresas de criptomoedas, escritórios também terão maior fiscalização do governo, assim como a iluminação pública. Ou seja, apesar da medida afetar o Bitcoin produzido naquele país, outras empresas também serão afetadas pelas medidas anunciadas pelo governo do Irã, segundo o portal local Irna.

Queda no preço do BTC no final de ano?

O Irã já havia banido a mineração de Bitcoin em 2021, mas acabou retrocedendo quando acabou o período estipulado para recuperação da energia no país.

Com o novo banimento, muitos se preocupam se a mineração está novamente sob pressão, o que ainda não é o caso visto que o gráfico da taxa de hash mostrou forte recuperação e há outros países abrigando essas empresas hoje.

De qualquer forma, o Bitcoin cai 4% nas últimas 24 horas, com seu preço cotado em US$ 49.250,00. No par Real, cada Bitcoin custa no mercado cripto R$ 280 mil por unidade.

Não está claro que a queda será o marco do final de ano, mas o mercado acompanha o movimento atento.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos