Mercado abrirá em 6 h 15 min
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,80
    +0,36 (+0,44%)
     
  • OURO

    1.775,40
    +9,70 (+0,55%)
     
  • BTC-USD

    62.450,29
    +79,08 (+0,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.457,80
    +6,16 (+0,42%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.203,83
    -30,20 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    25.718,64
    +308,89 (+1,22%)
     
  • NIKKEI

    29.199,35
    +173,89 (+0,60%)
     
  • NASDAQ

    15.291,75
    +1,25 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4130
    +0,0215 (+0,34%)
     

Com filas em postos, Reino Unido promete resolver falta de caminhoneiros

·1 minuto de leitura
Caminhões parados em estacionamento em Cobham, Grã Bretanha.

Por Guy Faulconbridge e Victor Jack e Kylie MacLellan

LONDRES (Reuters) - O Reino Unido prometeu nesta sexta-feira fazer o necessário para sanar uma falta de caminhoneiros que fecha postos de combustível e sobrecarrega cadeias de suprimento de supermercados, mas o setor de carga alertou que não existem soluções fáceis.

No momento em que a quinta maior economia mundial emerge da pandemia de Covid-19, uma disparada nos preços do gás natural na Europa e uma falta de motoristas de caminhão pós-Brexit sujeitam o Reino Unido a preços de energia elevados e uma possível escassez no fornecimento de alimentos.

A BP fechou temporariamente parte de seus 1.200 postos britânicos devido à falta de gasolina sem chumbo e diesel, o que atribuiu à falta de caminhoneiros. A Esso, da ExxonMobil, disse que um número pequeno de seus 200 pontos de varejo Tesco Alliance também foram afetados.

Filas se formaram em alguns postos de combustível de Londres e de Kent nesta sexta-feira, quando motoristas correram para abastecer, segundo repórteres da Reuters.

Há meses, supermercados e agricultores alertam que uma falta de caminhoneiros está deixando as cadeias de suprimento à beira do colapso, o que torna mais difícil abastecer as prateleiras.

O secretário dos Transportes, Grant Shapps, disse existir uma carência global de motoristas de caminhão desde que a Covid suspendeu os exames destes profissionais, e que o Reino Unido está dobrando o número de exames. Indagado se o governo amenizaria regras de emissão de vistos, ele respondeu que o governo analisará todas as opções.

(Reportagem adicional de Gerhard Mey, Kate Holton, Michael Holden e Paul Sandle)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos