Mercado fechará em 3 h 16 min
  • BOVESPA

    125.127,70
    -1.018,95 (-0,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.149,65
    -90,86 (-0,18%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,88
    -0,03 (-0,04%)
     
  • OURO

    1.804,20
    -1,20 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    32.180,31
    -136,97 (-0,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    777,77
    -15,96 (-2,01%)
     
  • S&P500

    4.405,00
    +37,52 (+0,86%)
     
  • DOW JONES

    35.026,42
    +203,07 (+0,58%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.068,00
    +139,50 (+0,93%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0909
    -0,0293 (-0,48%)
     

Com falta de doses, Prefeitura de São Paulo muda calendário de vacinação contra Covid

·2 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 08.04.2021 - Aplicação de dose de vacina contra a Covid-19. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 08.04.2021 - Aplicação de dose de vacina contra a Covid-19. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após a falta de doses em mais 300 pontos da cidade de São Paulo nesta segunda-feira (21), a Secretaria Municipal da Saúde alterou o calendário de vacinação na capital paulista.

Com o novo cronograma, pessoas de 49 anos serão vacinadas nesta quarta (23); aqueles com 48 anos, na quinta (24); na sexta (25) e no sábado (26), poderão receber a vacina quem tem de 45 a 47 anos.

No sábado será feita a repescagem de 45 a 49 anos. A partir de segunda (28), o cronograma segue o mesmo, vacinando pessoas com 44 anos.

A falta de doses levou à suspensão do campanha para pessoas de 50 a 59 anos nesta terça (22), o que causou as alterações no calendário. Seguindo a previsão do Programa Estadual de Imunização, a capital pretende vacinar todos aqueles com mais de 18 anos até 15 de setembro.

A prefeitura de São Paulo decidiu escalonar as idades para evitar filas e aglomerações nos postos. A SMS orienta que as pessoas tomem as doses nos dias determinados para a sua idade, mas caso não seja possível, poderão receber a aplicação em outro dia. A antecipação não está autorizada.

Na última sexta (18), a prefeitura autorizou que as doses remanescentes da vacina contra Covid-19 sejam destinadas a qualquer morador da cidade com mais de 18 anos. Para se cadastrar, basta ir na UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de sua casa, trabalho ou escola (desde que apresente documento comprovando o vínculo com a instituição), e disponibilizar um telefone para a convocação.

As vacinas utilizadas são a Coronavac, da Oxfort/AstraZeneca e da Pfizer. A cidade aguarda a chegada das vacinas da Janssen, de dose única, para somar as outras disponíveis.

O Brasil recebeu a primeira entrega dos lotes da Janssen, com 1,5 milhão de doses, na manhã desta terça, após sucessivos atrasos. Agora, o Ministério da Saúde distribuirá proporcionalmente aos estados.

Para se vacinar em SP, é necessário levar um documento com foto, CPF, cartão SUS (se tiver) e comprovante de residência, obrigatório na capital paulista. O comprovante pode ser apresentado de forma física ou digital. Caso não esteja registrado no próprio nome, serão aceitos no nome do cônjuge, companheiro, pais e filhos, desde que também seja apresentado um documento que comprove a relação ou parentesto.

A orientação é de que os munícipes realizem o pré-cadastro no site Vacina Já, a fim de agilizar o atendimento. Os endereços dos postos podem ser encontrados no site da Secretaria Municipal de Saúde.

Até agora, a capital paulista aplicou 6.286.170 doses, sendo 4.629.325 da primeira dose e 1.656.845 da segunda. O estado de SP aplicou 21.500.454 doses -15.674.285 primeiras doses e 5.826.169 segundas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos