Mercado abrirá em 8 hs
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,21 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,27
    -0,68 (-0,92%)
     
  • OURO

    1.813,20
    -4,00 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    39.744,40
    -2.387,36 (-5,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    962,53
    +12,63 (+1,33%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,03 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    26.198,65
    +237,62 (+0,92%)
     
  • NIKKEI

    27.819,62
    +536,03 (+1,96%)
     
  • NASDAQ

    15.027,75
    +72,00 (+0,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1572
    -0,0308 (-0,50%)
     

Cruzeiro vira contra o Vasco e deixa o Z4 da Série B

·4 minuto de leitura
MG - Belo Horizonte - 24/06/2021 - BRASILEIRO A 2021 - CRUZEIRO X VASCO DA GAMA - Matheus BArbosa jogador do Cruzeiro comemora seu gol durante partida contra o Vasco no estadio Mineirao pelo campeonato Brasileiro A 2021. Foto: Alessandra Torres/AGIF

No Mineirão, o Cruzeiro venceu o Vasco por 2 a 1, de virada, pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Morato abriu o placar para os visitantes, mas Matheus Barbosa marcou duas vezes para os donos da casa. Com o triunfo, a equipe celeste deixou o Z4 e agora tem sete pontos. O Cruz-Maltino, por sua vez, permanece com 7, na décima colocação. Ambas as equipes estão a três pontos do G4 da competição.

> Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Na próxima rodada, o Vasco encara o Brusque, domingo, às 21h, em São Januário. O Cruzeiro, por sua vez, visita o CSA, no Rei Pelé, também no domingo, às 20h30.

Do susto à celebração

O jogo começou bem disputado, com as duas equipes buscando o ataque e tendo chance de abrir o placar. Após escanteio cobrado na área, Felipe Augusto apareceu livre, entre os zagueiros, e cabeceou rente à trave esquerda, dando um susto na defesa vascaína. Mas o Cruz-Maltino reagiu e abriu o marcador. Após jogada de Marquinho Gabriel, Bruno Gomes dividiu, e a bola sobrou para Morato. O atacante bateu, e a bola desviou em Ramon enganando Fábio.

Raposa vira no Mineirão
Logo depois do gol, o Cruzeiro teve uma chance com Marcinho, que finalizou de fora da área e quase enganou Lucão. Os mineiros em seguida se aproveitaram de um dos problemas crônicos do Vasco na temporada: a bola aérea. Em mais um escanteio, Sóbis desviou de cabeça e enganou a defesa, deixando Matheus Barbosa fechar na segunda trave e empatar.

Com o empate, os donos da casa passaram a comandar as ações e finalizar com mais frequência. Até que em uma falha na saída de bola, a equipe dirigida por Mozart Sousa construiu uma boa jogada com Felipe Augusto pela esquerda, que cruzou para trás, e Matheus Barbosa sozinho estufou a rede e virou a partida para o Cruzeiro.

Destempero e expulsões
O jogo estava quente e muito intenso no meio de campo. Até que Bruno Gomes e Rômulo se estranharam, e o volante vascaíno encarou e deu uma leve cabeçada no adversário. O zagueiro Paulo correu para separar e empurrou o camisa 23 do Cruz-Maltino e ambos foram expulsos pelo árbitro Vinícius Gonçalves Dias Araújo.

Chutes perigosos no primeiro tempo
No fim do primeiro tempo, o Vasco levou perigo à meta de Fábio com dois chutes de fora da área. No primeiro deles, Cano roubou a bola e soltou a bomba que passou bem perto. No lance seguinte, o jovem Riquelme arriscou de longe e obrigou o arqueiro celeste a fazer uma boa defesa por cima,. Com isso, os mineiros terminaram a primeira etapa à frente no placar.

Muitas mexidas de ambos os lados
Na etapa final, apesar das expulsões, o Vasco necessitava avançar em busca do empate. Só que a primeira finalização da equipe só aconteceu aos 14, de fora da área, com Marquinhos Gabriel. Porém, a pressão do Cruz-Maltino não surtia efeito, e a equipe apenas rondava a defesa do Cruzeiro. Ao ver que perdia terreno, Mozart Sousa decidiu trocar quatro jogadores, e mais organizado, segurava o jogo.

Vasco pressiona no fim
Do outro lado, Marcelo Cabo também colocou sangue novo, e após cruzamento na área, Cano tentou finalizar, mas Léo Jabá estava impedido. O comandante vascaíno foi pra o tudo ou nada e coloca o centroavante Daniel Amorim para explorar a bola aérea. Mas foi Cano que teve uma ótima chance. A bola sobrou para o argentino, que girou, mas finalizou para fora. No fim, a bola sobrou novamente, dessa vez para Léo Jabá, que chutou em cima de Fábio.

FICHA TÉCNICA:
CRUZEIRO 2X1 VASCO


Data/Hora: 24/06/2021, às 21h30 (de Brasília)
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Herman Brumel Vani (SP)
Quarto Árbitro: André Luis Skettino Policarpo Bento (MG)

Cartão Amarelo: Matheus Pereira e Matheus Barbosa (CRU) / Léo Jabá (VAS)
Cartão Vermelho: Paulo (CRU) / Bruno Gomes (VAS)

Gols: Morato (9'/1T) (0-1) / Matheus Barbosa (14'/1T) (1-1) / Matheus Barbosa (27'/1T) (2-1)

CRUZEIRO (Técnico: Mozart Santos)
Fábio; Joseph, Ramon e Paulo; Cáceres, Matheus Barbosa (Ariel Cabral 28'/2T), Rômulo (Adriano 44'2T), Felipe Augusto (Matheus Pereira 28'/2T); Marcinho (Stênio 27'/2T), Bruno José, Rafael Sobis (Guilherme Bissoli 27'/2T)

VASCO (Técnico: Marcelo Cabo)
Lucão; Zeca, Ernando, Leandro Castan e Riquelme (João Pedro 33'/2T); Andrey (Gabriel Pec 33'/2T), Bruno Gomes, MT (Juninho - intervalo) (Daniel Amorim 38'/2T) e Marquinhos Gabriel; Morato (Léo Jabá 13'/2T) e Cano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos