Mercado abrirá em 3 h 56 min

Com calcular o tempo para carregar um carro elétrico?

·3 min de leitura
Carros elétricos estão caindo no gosto do mercado automobilístico
Carros elétricos estão caindo no gosto do mercado automobilístico (Photo by Michael M. Santiago/Getty Images)

· Ela é dividida entre capacidade da bateria (em kWh) pela potência do carregador (em kW)

· Carros elétricos estão caindo no gosto do mercado automobilístico

· Veja as diferenças entre tempo e custo

Cada vez mais os carros elétricos estão caindo no gosto do mercado automobilístico. Mas quanto leva para carregar um automóvel movido a energia elétrica? Alguns fatores como: capacidade da bateria, autonomia do carro, potência do carregador influenciam diretamente nesta conta.

Apesar de assustar um pouco, a conta é feita de forma simples. Ela é dividida entre capacidade da bateria (em kWh) pela potência do carregador (em kW). Ou seja, ela depende da capacidade da bateria de cada carro e da potência do carregador que efetuará a carga.

Segundo o Canaltech, essas contas serão feitas com base nas três potências de carga mais comuns encontradas nos carregadores à venda no Brasil: 3,7 kW (220V), 7 kW e 22 kW (normalmente disponíveis em estações tipo Wallbox).

Nissan Leaf (bateria de 40 kWh)

  • 10,8 horas (3,7 kW)

  • 5,7 horas (7 kW)

  • 1,8 horas (22 kW)

Fiat 500e (bateria de 42 kWh)

  • 11,3 horas (3,7 kW)

  • 6 horas (7 kW)

  • 1,9 horas (22 kW)

Peugeot e-208 GT (bateria de 50 kWh)

  • 13,5 horas (3,7 kW)

  • 7,1 horas (7 kW)

  • 2,2 horas (22 kW)

Renault Zoe (bateria de 52 kWh)

  • 14 horas (3,7 kW)

  • 7,4 horas (7 Kw)

  • 2,3 horas (22 kW)

JAC E-JS1 (bateria de 30,2 kWh)

  • 8,1 horas (3,7 kW)

  • 4,3 horas (7 Kw)

  • 1,3 horas (22 kW)

Quanto é preciso gastar para carregar um carro elétrico?

Para saber quanto custa carregar um carro elétrico em casa é necessário se informar sobre qual a capacidade da bateria. Para exemplificar, o Nissan Leaf, o carro da categoria mais vendido no Brasil em 2021, armazena até 40 kWh de carga elétrica. A fabricante japonesa garante uma autonomia de 270 quilômetros para o veículo, ou seja, essa é quilometragem que esse modelo pode atingir com a carga completa.

Outro dado importante para fazer o cálculo é a tarifa de energia aplicada no carregamento. Em São Paulo o preço praticado em fevereiro de 2022 foi de R$ 1,30 com impostos inclusos. Com isso, no caso do Nissan Leaf, que tem 14,81 kWh de gasto a cada 100 quilômetros, e 39,98 kWh de gasto para atingir 270km de rodagem, em São Paulo é necessário gastar R$ 52,13 para obter a carga completa do veículo.

Vale lembrar que o litro da gasolina, em média, está na casa dos R$ 6 ca capital paulista. Como um carro similar ao Nissan Leaf tem tanque com capacidade de 50 litros, o custo de abastecimento seria de R$ 300 por tanque, quase seis vezes maior do que o dono de um carro elétrico gasta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos