Mercado abrirá em 5 h 47 min
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,35 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,92
    +0,28 (+0,39%)
     
  • OURO

    1.777,20
    +8,20 (+0,46%)
     
  • BTC-USD

    32.831,01
    -2.658,26 (-7,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    813,01
    -126,93 (-13,50%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,32 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    28.447,82
    -353,45 (-1,23%)
     
  • NIKKEI

    28.010,93
    -953,15 (-3,29%)
     
  • NASDAQ

    14.053,75
    +18,75 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0134
    -0,0227 (-0,38%)
     

Com a cabeça no Paulistão, Corinthians joga a 'vida' na Sul-Americana contra o Peñarol

·2 minuto de leitura


O Corinthians se encontra em uma maratona decisiva na temporada, dividindo suas atenções entre o Campeonato Paulista e a Copa Sul-Americana. No momento em que a parte física apertou, Vagner Mancini, sua comissão técnica e a diretoria resolveram priorizar o estadual. No entanto, nesta quinta-feira, contra o Peñarol, no Uruguai, o time joga sua "vida" na competição continental.

TABELA
> Veja classificação e simulador da Sul-Americana-2021 clicando aqui

GALERIA
> Fagner 400 jogos! Veja jogadores que mais vestiram a camisa do Corinthians

A indicação de que o Paulistão foi priorizado veio com a lista de relacionados para a viagem para Montevidéu, que não contou com seis titulares da vitória por 4 a 1 sobre a Inter de Limeira, na última terça-feira. O resultado garantiu a vaga na semifinal do estadual, que deve ser disputada neste fim de semana. Ficaram fora da relação: Fagner, João Victor, Jemerson, Gabriel, Ramiro e Luan.

No momento, esses seis atletas fazem parte da equipe considerada titular, que deve atuar pela semifinal do Campeonato Paulista, o título mais próximo que o Corinthians tem a disputar. Como disse o técnico Vagner Mancini, em vídeo de bastidores da vitória sobre a Inter de Limeira, "faltam três jogos" para o clube buscar a taça. Um caminho bem mais "tranquilo" do que na Sul-Americana.

E a complicação do caminho corintiano na competição continental foi algo construído nas primeiras rodadas da fase de grupos, com o empate em 0 a 0 com o River Plate-PAR, fora de casa, e a derrota por 2 a 0 para o Peñarol, na Neo Química Arena, conquistando apenas um ponto em dois jogos, enquanto a equipe uruguaia, líder do grupo, conquistou nove pontos em três partidas.

Como o regulamento garante apenas o primeiro colocado de cada grupo nas oitavas de final da Copa Sul-Americana, a situação corintiana ficou muito difícil, já que será preciso vencer o Peñarol, fora de casa, para se manter vivo na competição. Se o duelo terminar empatado, os uruguaios precisarão de apenas uma vitória nos dois últimos jogos da chave (River Plate-PAR e Sport Huncayo) para se garantir na fase seguinte. Ao Timão, é vencer ou ser eliminado.

Ainda assim, Vagner Mancini leva uma equipe interessante ao Uruguai, com nomes como Cássio, Gil, Bruno Méndez, Fábio Santos, Camacho, Gustavo Mosquito, Mateus Vital e Jô. Além dos titulares que devem ficar no banco como Raul Gustavo, Lucas Piton, Otero e Cauê. Apesar de priorizar o Paulistão, o Corinthians vai brigar em boas condições com o Peñarol e se a atuação desse time for parecida com aquela contra o Novorizontino, pode voltar com vitória.

O Timão entra em campo nesta quinta-feira, às 21h30, em Montevidéu, para enfrentar o Peñarol-URU, pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana. Neste momento, o Alvinegro ocupa a segunda posição no Grupo E, com quatro pontos, já os uruguaios lideram a chave como nove.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos