Mercado fechará em 2 h 28 min
  • BOVESPA

    108.354,29
    +1.882,37 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.225,07
    +501,64 (+1,07%)
     
  • PETROLEO CRU

    89,93
    +0,92 (+1,03%)
     
  • OURO

    1.804,30
    +13,10 (+0,73%)
     
  • BTC-USD

    23.948,41
    +735,21 (+3,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    557,83
    +14,95 (+2,75%)
     
  • S&P500

    4.142,52
    -2,67 (-0,06%)
     
  • DOW JONES

    32.820,62
    +17,15 (+0,05%)
     
  • FTSE

    7.482,37
    +42,63 (+0,57%)
     
  • HANG SENG

    20.045,77
    -156,17 (-0,77%)
     
  • NIKKEI

    28.249,24
    +73,37 (+0,26%)
     
  • NASDAQ

    13.199,75
    -29,00 (-0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2170
    -0,0496 (-0,94%)
     

Com aumento de casos de gripe, UPA em São João de Meriti tem até 6h de espera para atendimento

·3 min de leitura

Na UPA Jardim Íris, em São João de Meriti, uma fila se formou do lado de fora em busca de atendimento na manhã desta quarta-feira. A procura se deve ao aumento nos casos de pacientes com sintomas gripais. No local, a expectativa para atendimento podia chegar a até 6h de espera. Pacientes que aguardavam do lado de fora relataram que a Unidade de Pronto Atendimento estava lotada. "Está assustador", disse um paciente ao sair.

Grávida de 9 meses, a moradora de Meriti, Vanessa Gabriel Santos, de 29 anos, aguardava há mais de uma hora do lado de fora pelo marido que estava com dor no corpo, tosse, nariz entupido e fadiga e esperava por atendimento dentro da unidade.

— Só acho descaso porque as pessoas ficam jogadas. Não tem um banco para a gente sentar. Eu estou grávida, não posso deixar meu marido aqui sozinha. As pessoas lá dentro estão sentadas no chão. Em um hospital é certo isso? Poderia ter melhores condições de espera, mas não tem — desabafa.

A assistente administrativa Naiane Maleiros da Silva, de 21 anos, também procurou a unidade com sintomas de gripe na manhã desta quarta-feira.

— Fui informada de que não tem previsão do horário que vou ser atendida — diz.

Ela estava sentindo dor de cabeça, dor no corpo, garganta inflamada e teve febre. A jovem chegou a procurar atendimento na mesma UPA no último sábado, quando chegou 9h da manhã e saiu às 15h sem ter sido atendida, e então desistiu de esperar, como também desistiu hoje.

A tosadora Açucena Lopes Ferreira, de 26 anos, acompanhava o irmão, de 19, que estava com sintomas gripais. Ela chegou na UPA às 9h e por volta de 12h, o irmão dela tinha sido atendido. Com febre, dor no corpo, dor de cabeça e tosse, foi receitado xarope, dipirona e vitamina C ao rapaz.

— Estava cheio quando chegamos. Não fizeram exames nem teste de Covid-19, não deram diagnóstico. E só deram a dispensa para ele ficar uns dias em casa porque eu pedi — reclama a irmã.

A prefeitura de São João de Meriti confirma que houve aumento na procura por atendimento de pacientes com sintomas gripais nos últimos dias, e afirma que o atendimento na UPA era de, em média, 250 a 300 pessoas por dia, e passou para cerca de 800 pacientes por dia.

O aumento é registrado também em outras cidades da Baixada Fluminense. Em Duque de Caxias, a Secretaria Municipal de Saúde afirma que cresceu em até 300% os casos de síndrome respiratória nas unidades de saúde na última semana. Em Belford Roxo, 95% dos atendimentos nas unidades de pronto atendimento são de casos de gripe. Apenas na última segunda-feira, 1.100 pessoas foram atendidas no Hospital Municipal com sintomas gripais. Nova Iguaçu também registrou maior procura de atendimento nas unidades de saúde nos últimos dez dias de pacientes com sintomas de gripe. Todos os municípios citados dizem que estão com a vacina para gripe disponível nos postos de saúde, e que qualquer pessoa acima de 6 meses de idade pode se vacinar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos