Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.354,95
    +30,37 (+0,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Com aproveitamento igual dentro e fora de casa, Corinthians tem fator torcida para evoluir como mandante

·4 min de leitura


Há exatos dois meses, no dia 28 de agosto, o Corinthians ganhou o seu último jogo como visitante ao bater o Grêmio por 1 a 0, em Porto Alegre. O incômodo jejum longe dos seus domínios neste período pesou para que o Alvinegro hoje esteja um pouco distante do G4 do Campeonato Brasileiro. Porém, o time vem sabendo aproveitar a volta da Fiel à Neo Química Arena para compensar essa recente queda significativa de desempenho em partidas fora do seu estádio.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Veja até quando vai o contrato de cada jogador do Corinthians

Desde quando os torcedores começaram a ser liberados para ir aos jogos do Brasileirão, depois de longo período de portões fechados por causa da pandemia da Covid-19, o Timão acumulou duas vitórias em dois confrontos em sua casa - bateu o Bahia por 3 a 1 e depois superou o Fluminense por 1 a 0.

Nestes dois embates, a Neo Química Arena ainda estava com sua capacidade de público limitada a apenas 30%, pois os duelos ocorreram na fase inicial do cronograma de datas determinado pelo Governo do Estado de São Paulo que estabeleceu um aumento gradativo do número de torcedores nos estádios. E a liberação de 100% está permitida a partir de segunda-feira, justamente quando o Corinthians enfrentará a Chapecoense, em casa, às 21h30, pelo Brasileirão.

O duelo com a Chape estava inicialmente marcado para domingo, dia 31 de outubro, quando o Alvinegro só poderia disponibilizar no máximo 50% dos setores do seu estádio. E para dobrar essa capacidade, o clube solicitou à CBF o adiamento do confronto para o dia 1º de novembro, quando iniciará uma série de partidas com a sua casa totalmente liberada para abrigar a Fiel e consequentemente ter maior apoio para embalar rumo ao G4 do Brasileirão.

APROVEITAMENTO DENTRO E FORA DE CASA SE IGUALA

Embora não vença uma partida como visitante há dois meses, o Corinthians hoje é o dono da terceira melhor campanha fora de casa na competição nacional, com 22 pontos somados longe de Itaquera. Neste ranking de forasteiros, só está atrás de Red Bull Bragantino, com 26, e Atlético-MG (25).

Em 15 partidas realizadas fora de seus domínios até aqui no Brasileirão, o Timão contabilizou cinco vitórias, sete empates e três derrotas, o que resulta em um aproveitamento de 48,9%. E dois dos três duelos em que foi superado como visitante ocorreram no segundo turno, no qual caiu diante do Sport, na Arena Pernambuco, e São Paulo, no Morumbi, em ambas ocasiões por 1 a 0.

Já ao ganhar os seus dois últimos jogos na Neo Química Arena, o Corinthians passou a ter um retrospecto como mandante de cinco vitórias, quatro empates e quatro derrotas, um aproveitamento de 48,7%, que é praticamente igual aos 48,9% obtidos como visitante. Essa última porcentagem foi fechada no domingo passado com o empate por 2 a 2 com o Internacional, no Beira-Rio.

Ou seja, até antes do retorno da Fiel ao seu estádio, o Timão somava apenas três triunfos em 11 partidas em casa. E ao bater Bahia e Fluminense diante da sua torcida, o clube passou a ocupar a 14ª melhor campanha como mandante, com 19 pontos. Também com 13 partidas realizadas em casa, o Atlético-MG lidera esse ranking dos anfitriões, com 34 pontos, e o campeonato, com 59.

SEIS JOGOS NA ARENA E QUATRO PARTIDAS FORA EM RETA FINAL

Agora com 100% da capacidade de público liberada na Neo Química Arena, o Corinthians fará em sua casa seis das dez partidas que tem a disputar nesta reta final do Brasileirão. E os dois próximos jogos do Alvinegro serão em Itaquera. Após encarar a lanterna Chapecoense na segunda-feira, pela 29ª rodada, o time comandado por Sylvinho já voltará ao seu estádio no dia 6 de novembro para enfrentar o Fortaleza, atual terceiro colocado da competição.

E nova pedreira virá na 31ª rodada, na qual o Corinthians terá pela frente o Atlético-MG, no Mineirão, antes de reencontrar a Fiel na Arena contra o Cuiabá e depois viajar até o Rio de Janeiro para pegar o Flamengo no Maracanã.

A sequência de partidas complicadas continuará para o Timão com o clássico diante do Santos, em Itaquera, pela 34ª rodada. E os compromissos derradeiros do caminho alvinegro serão contra Ceará (em Fortaleza), Athletico-PR, Grêmio (rivais de dois duelos seguidos em casa) e Juventude (em Caxias do Sul).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos