Mercado fechado

Com alta da carne, produção de ovo bate recorde no Brasil

Produção de ovo aumentou no Brasil em 2021 devido ao alto preço da carne
Produção de ovo aumentou no Brasil em 2021 devido ao alto preço da carne
  • Produção alcançou as 4,8 bilhões de dúzias em 2021;

  • Estudo foi feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística;

  • Pesquisa da Pecuária Municipal apontou também o aumento das cabeças de gado no país.

Uma nova pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou que a produção de ovos de galinha cresceu no Brasil em 2021, batendo um recorde na série histórica. De acordo com os pesquisadores, o motivo disso teria sido o espaço ganho diante da alta do preço da carne.

A Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM) 2021 foi divulgada nesta quinta-feira (22) e apontou que entre 2020 e 2021 a produção de ovos aumentou 1,7%, alcançando as 4,8 bilhões de dúzias e atingindo um valor de produção de R$ 21,9 bilhões. Só Santa Maria de Jetibá, no Espírito Santo, produziu sozinha 339,5 milhões de dúzias, sendo o município líder na produção de ovos.

Esse aumento expressivo na produção pode ser sentido pelos brasileiros neste último ano. Ao andar pelas ruas pode-se observar o retorno do omelete como prato principal dos pratos feitos em botecos, bares e restaurantes pelo país. Em um passado não distante, o mesmo valor muitas vezes pagava um bife à cavalo, que conta com a proteína do ovo e do boi.

Segundo os pesquisadores do IBGE, o aumento na produção do ovo está diretamente ligada ao encarecimento do preço da carne, muito ligado à alta do dólar, que incentiva a exportação do produto ao invés do abastecimento do mercado interno.

Isto pode ser observado pelo fato de que o rebanho bovino nacional também aumentou nesse período, chegando a 224,6 milhões de cabeças de gado em 2021, outro recorde da série histórica. No entanto, esse aumento não foi capaz de reduzir o preço da carne de forma substancial a abaixar o preço nos mercados.