Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.268,79
    -238,51 (-1,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Gigante esportiva compra fábrica de camisas vintage por quase R$ 1,3 bi

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Jay-Z ajudou a na compra na rede de camisas vintage
Jay-Z ajudou a na compra na rede de camisas vintage (REUTERS/Gaelen Morse)
  • Juggernaut Capital Partners comprou a Mitchell & Ness em 2016 da Adidas por mais de R$ 257 mi

  • Empresa de Michael Rubin foi avaliada no final do ano passado em cerca R$ 93 bi

  • Fanatics também fechou acordo com cartões comerciais Topps e varejista Macy's

A gigante de artigos esportivos Fanatics - maior fabricante de camisas da NBA, NFL e MLB - vai adquirir a fabricante de camisas vintage Mitchell & Ness por cerca de US$ 250 milhões (quase R$ 1,3 bilhão), segundo uma fonte familiarizada com o assunto em entrevista ao portal The New York Post.

O CEO da Fanatics, Michael Rubin, está se unindo aos rappers Jay-Z, Meek Mill e Lil Baby - e Maverick Carter, parceiro de negócios de LeBron James - nesta compra. A família D'Amelio, de estrelas do TikTok, também faz parte do grupo que está adquirindo a Mitchell & Ness.

Leia também:

'Distintivo de orgulho'

Rubin - que também é co-proprietário do Philadelphia 76ers - disse que, crescendo na Filadélfia, ele via as camisas da Mitchell & Ness como um “distintivo de orgulho”. A empresa, que começou em 1904 e se firmou fabricando uniformes oficiais de equipes, inclusive para o Philadelphia Eagles, possui ofertas atuais como uma camisa de basquete Larry Bird All-Star de 1988 e outras réplicas históricas. “Estou incrivelmente empolgado com a parceria da Fanatics com esse incrível grupo de proprietários inovadores para aproveitar os negócios já fortes da empresa que mantêm a marca culturalmente relevante por mais de 100 anos”.

Compras da Mitchell & Ness

A Juggernaut Capital Partners comprou a Mitchell & Ness, com sede na Filadélfia, em 2016 da Adidas por cerca de US$ 50 milhões (pouco mais de R$ 257 mi), então deve lucrar com a venda. A Adidas comprou a marca de nicho em 2007 por menos que isso. A Fanatics, de propriedade de Michael Rubin, foi avaliada no final do ano passado em cerca de US$ 18 bilhões (cerca de R$ 93 bi) após uma rodada de financiamento de US$ 322 milhões (quase R$ 1,7 bi) de investidores, incluindo Jay-Z.

Parcerias da Fanatics

Em janeiro, a empresa de licenciamento esportivo fechou um acordo para comprar o negócio de cartões comerciais Topps - que supostamente avaliava esse lado do negócio em US$ 500 milhões (mais de R$ 2,5 bilhões) -, além da parceria com a Macy's, fechada no final do ano passado, para vender seus equipamentos no site da varejista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos