Mercado fechará em 5 h 25 min
  • BOVESPA

    113.457,50
    +26,96 (+0,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.564,27
    +42,84 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,39
    +0,52 (+0,66%)
     
  • OURO

    1.947,50
    +2,20 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    23.119,20
    +162,47 (+0,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    523,82
    +5,03 (+0,97%)
     
  • S&P500

    4.076,60
    +58,83 (+1,46%)
     
  • DOW JONES

    34.086,04
    +368,95 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.787,61
    +15,91 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    22.072,18
    +229,85 (+1,05%)
     
  • NIKKEI

    27.346,88
    +19,77 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.141,75
    -10,25 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5148
    -0,0008 (-0,01%)
     

Com 3 anos de atraso, caminhões elétricos Tesla Semi finalmente são entregues

Com 3 anos de atraso, caminhões elétricos Tesla Semi finalmente são entregues
Com 3 anos de atraso, caminhões elétricos Tesla Semi finalmente são entregues

Cinco anos após a apresentação oficial do Tesla Semi, as primeiras unidades do caminhão elétrico foram entregues nesta quinta-feira (1º) em um evento especial na Gigafactory de Nevada, nos EUA. O veículo foi revelado como conceito em 2017 com a promessa de “revolucionar o transporte de cargas” e deveria ter entrado em produção em 2019.

Desde então, o cronograma inicial sofreu com vários atrasos por escassez de peças e especialmente por conta da pandemia. Logo após a revelação, a PepsiCo foi uma das primeiras empresas a reservar 100 unidades do Semi.

Veja também:

A varejista Walmart e o FedEx, que atua no ramo de logística, também estão interessadas no veículo, que pode economizar “até US$ 70 mil em combustível por ano”, ressalta a Tesla.

Tesla Semi promete 800 km de autonomia

Segundo as informações da montadora, o caminhão é trimotor, ou seja, são três motores elétricos montados nos eixos traseiros. Essa configuração, por sinal, é a mesma usada no Model S e Model X Plaid.

Com autonomia estimada de 800 km no modelo de longo alcance, a aceleração de 0 a 100 km/h ocorre em 20 segundos.

Dan Priestley, gerente do “Tesla Semi Program“, explicou no evento que apenas um dos motores será acionado em velocidade de cruzeiro, otimizando a eficiência. Os outros dois são ​​para torque ao pisar no acelerador, “uma experiência de direção suave nunca vista em um caminhão”, ressaltou.

<em>Interior do Tesla Semi. Imagem: Tesla/Divulgação</em>
Interior do Tesla Semi. Imagem: Tesla/Divulgação

No palco, o CEO da Tesla, Elon Musk, falou sobre a necessidade de reduzir a fatia de 20% de emissões de carbono produzidas pelo nicho de transporte de mercadorias nos EUA e enumerou recursos que, segundo o executivo, farão do Semi o caminhão “mais eficiente, desejável e fácil de dirigir”.

O Tesla Semi possui, por exemplo, controle de tração, frenagem regenerativa para melhorar a eficiência da bateria e embreagem automática, o que contribui para uma “condução perfeita” nas rodovias.

Musk também revelou que uma das unidades completou uma viagem de 804 km carregado com quase 37 toneladas de carga. O trajeto começou na fábrica da Tesla em Fremont, na Califórnia, até San Diego, no extremo sul do estado. A viagem foi realizada sem parar, com 4% de carga sobrando no fim da linha.

Caminhão elétrico da Tesla, o Semi, está finalmente prestes a entrar em produção. Imagem: Divulgação/Tesla
Imagem: Tesla/Divulgação

Tesla Semi tem carregamento ultra rápido de 1 MW

Outro tópico importante também foi abordado no evento: como funcionará a recarga dos caminhões. O executivo disse que a Tesla desenvolveu um novo conector extremamente rápido de 1 MW (megawatt), com refrigeração líquida.

Além disso, Elon Musk também confirmou uma ótima novidade para outro modelo da Tesla. “O carregador de 1 MW também será usado no Cybertruck”, disse o CEO da Tesla no evento. Por falar no Cybertruck, que também sofre com atrasos consecutivos, a última promessa é que a produção da picape começará no segundo semestre de 2023.

Os preços do caminhão elétrico Telsa Semi devem partir de US$ 150 mil, segundo o The Verge, quase R$ 780 mil em conversão direta. Já o Electrek, espera algo em torno de US$ 200 mil. O valor final, bem como o peso do veículo, não foram divulgados pela Tesla.

Assista abaixo ao vídeo do evento.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!