Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    43.352,84
    +926,69 (+2,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Com 1º tempo arrasador, Vila Nova goleia o Guarani e sobe na classificação da Série B

·4 minuto de leitura


Um primeiro tempo praticamente 'perfeito'. Assim que o torcedor do Vila Nova poderia definir a vitória sobre o Guarani, na manhã deste sábado, pela 15ª rodada do Brasileirão Série B, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas.

Abrindo uma boa vantagem inicial de 3 a 0, o Tigre chegou a fazer mais um com Éder, já na segunda etapa, porém vendo Allan Victor descontar para os mandantes, nos acréscimos, fechando o placar em 4 a 1. O resultado fez com que os goianos chegassem aos 18 pontos, pulando para a 13ª colocação, enquanto o Bugre, por conta do revés, estacionou na 6ª posição com seus 23 pontos. Entretanto, ambas as equipes terão que aguardar a conclusão da rodada para definir seus lugares na classificação.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

VILA MARCA NO INÍCIO

Mesmo jogando longe de seus domínios, a equipe do Vila Nova tratou logo de ir pra cima em busca do seu gol. E se deu bem. Aos 2 minutos, após cruzamento, Dudu acabou pegando a sobra para abrir a contagem no Brinco de Ouro.

Após o tento sofrido, o Guarani não esperou muito tempo para ir atrás do empate no placar. Com isso, em duas oportunidades, quase conseguiu balançar a rede adversária com Bidu em um primeiro momento e, na sequência, com Régis, que perdeu grande chance.

TIGRE APROVEITA E AMPLIA

Mesmo percebendo que o Bugre não estava disposto a ficar em desvantagem, a equipe goiana não quis saber das dificuldades dos donos da casa e conseguiu marcar mais um. E desta vez um golaço. Aos 20 minutos, Henan foi lançado, dominou no peito e mandou por cobertura surpreendendo o goleiro Gabriel Mesquita. Vila 2 a 0.

E não parou por ai. Vivendo melhor momento no jogo, o time comandado por Higo Magalhães, aos 30 minutos, chegou ao terceiro, após um contra-ataque puxado por Arthur Rezende, porém, sua finalização acabou sendo rebatida pelo arqueiro rival, sobrando para Renan Mota marcar.

BUGRE COMEÇA O SEGUNDO TEMPO TENTANDO DESCONTAR

Com a ampla vantagem construída por parte dos visitantes, o Guarani iniciou a etapa complementar em busca de uma reação histórica. Sendo assim, partindo para seu campo de ataque, chegou a criar duas boas oportunidades com Bruno Sávio e Andrigo, porém em ambas Georgemy levou a melhor mantendo o 3 a 0.

Mesmo sofrendo pressão por parte dos mandantes, Higo optou por mudanças em seu ataque, tirando Henan e Renan Mota para colocar Alan Grafite e Kelvin, respectivamente. Feitas as trocas, o Vila seguia administrando o resultado apostando em contra-ataques, porém todos sem sucesso.

VILA AUMENTA A GOLEADA, MAS DONOS DA CASA DESCONTAM NO FIM

Insistindo em encontrar um gol para dar uma sobrevida, Daniel Paulista então optou por mudar radicalmente sua equipe. Em três substituições seguidas, tirando Diogo Mateus, Ronaldo Alves e Bidu, o comandante colocou Pablo, Índio e Allan Victor, respectivamente, aumentando o gás em campo.

Mas as mudanças não surtiram muito efeito. Com isso, o Tigre, aproveitando a tranquilidade de seus jogadores, chegou a mais um gol no jogo com Éder, aos 40 minutos, depois de um cruzamento rasteiro na área rival, fazendo 4 a 0. Porém, já nos acréscimos, o Guarani ainda conseguiu deixar o dele com Allan Victor, mas era tarde, dando a deixa para a arbitragem encerrar o duelo em 4 a 1.

FICHA TÉCNICA
GUARANI x VILA NOVA

Data e horário: 31/07/2021, às 11h (de Brasília)
​Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP)
Árbitro: Vinicius Gomes do Amaral (CBF-RS)
Assistentes: Lucio Beiersdorf Flor (CBF-RS) e Luiza Naujorks Reis (CBF-RS)

Cartões Amarelos: Régis, 37'/1ºT (GUA)

Gols: Dudu, 2'/1ºT (1-0); Henan, 20'/1ºT (2-0); Renan Mota, 30'/1ºT (3-0); Éder, 40'/2ºT (4-0); Allan Victor, 49'/2ºT (4-1)

GUARANI: Gabriel Mesquita; Diogo Mateus (Pablo, aos 24'/2ºT), Thales, Ronaldo Alves (Índio, aos 24'/2ºT) e Bidu (Allan Victor, aos 24'/2ºT); Bruno Silva, Rodrigo Andrade e Régis; Bruno Sávio, Lucão do Break e Matheus Souza (Andrigo, aos 37'/1ºT).
(Técnico: Daniel Paulista)

VILA NOVA: Georgemy; Lucas Mazetti, Renato, Xandão Willian Formiga; Dudu (Gustavo, 44'/2ºT), Artur Rezende (Clayton, aos 38'/2ºT) e Renan Mota (Kelvin, aos 14'/2ºT); Alesson (Éder, 37'/2ºT) e Henan (Alan Grafite, aos 14'/2ºT).
(Técnico: Higo Magalhães)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos