Mercado abrirá em 6 h 47 min

Comércio de rua reabre nesta quarta na cidade de São Paulo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Prefeitura de São Paulo, sob gestão Bruno Covas (PSDB), autorizou a reabertura do comércio de rua a partir desta quarta-feira (10), pelo período de quatro horas. As portas poderão ficar abertas das 11h às 15h.

As imobiliárias também vão poder seguir a mesma autorização, com o expediente de quatro horas, fora do horário de pico.

"Esses dois setores podem voltar a funcionar a parir de amanhã (quarta) em São Paulo. A principal regra é o horário de funcionamento", disse o prefeito.

Nesta quarta, Covas irá se reunir com os representantes de shoppings centers e deverá assinar o protocolo para a abertura dos locais na quinta, também em horário reduzido.

"A cidade passou para a fase 2, mas ainda estamos na quarentena. Conseguimos controlar a disseminação do vírus, mas ainda é uma realidade a ser enfrentada. Peço a população que evite a movimentação, todos os cuidados permanecem", disse Covas.

A prefeitura sofria pressão das associações de comércio, que esperavam poder reabrir as lojas antes do Dia dos Namorados, comemorado no dia 12.

A fiscalização, segundo o tucano, será feita pelos 2.000 fiscais da prefeitura. Porém, ele diz contar com as entidades, que eles possam "fiscalizar seus associados".