Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,40
    +0,25 (+0,37%)
     
  • OURO

    1.814,10
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    39.799,30
    +1.357,82 (+3,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    981,48
    +54,71 (+5,90%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.123,86
    +18,14 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    27.660,97
    +76,89 (+0,28%)
     
  • NASDAQ

    15.091,50
    +18,00 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1178
    -0,0005 (-0,01%)
     

Colheita de milho safrinha atinge 20% da área no centro-sul, diz AgRural

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A colheita de milho segunda safra alcançou 20% da área no centro-sul do Brasil, principal região produtora do cereal, com atraso ante os 35% vistos no mesmo período do ano anterior, disse a consultoria AgRural nesta segunda-feira.

No comparativo semanal, o avanço foi de 8 pontos percentuais, impulsionado pelas condições climáticas.

"O tempo firme da semana passada favoreceu a colheita da safrinha de milho 2021. Apesar de as temperaturas mais baixas em algumas regiões ainda terem dificultado a perda de umidade dos grãos, a ausência de chuvas contribuiu para agilizar os trabalhos", afirmou a consultoria em nota.

Mato Grosso tem puxado os trabalhos, mas a movimentação das máquinas também começou a se intensificar em Goiás, São Paulo e Minas Gerais.

No Paraná e em Mato Grosso do Sul há registro pontual de colheita, mas a AgRural ressaltou que as áreas prontas ainda são poucas e os produtores seguem concentrados na avaliação das perdas causadas pelas geadas da virada de junho para julho e na possibilidade de chuvas na segunda quinzena deste mês, que tendem a agravar problemas de qualidade.

No início de julho, a AgRural fez um novo corte em sua estimativa de produção de milho na safrinha, que agora é de 54,6 milhões de toneladas no centro-sul e 59,1 milhões de toneladas no Brasil. Na temporada passada, a colheita foi de 70,5 milhões e 75,1 milhões de toneladas, respectivamente.

(Por Nayara Figueiredo)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos