Mercado fechará em 1 h 17 min
  • BOVESPA

    130.059,95
    -148,01 (-0,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.839,42
    -190,12 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,14
    +1,26 (+1,78%)
     
  • OURO

    1.858,40
    -7,50 (-0,40%)
     
  • BTC-USD

    40.968,12
    +1.012,34 (+2,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.018,21
    +7,60 (+0,75%)
     
  • S&P500

    4.247,98
    -7,17 (-0,17%)
     
  • DOW JONES

    34.307,70
    -86,05 (-0,25%)
     
  • FTSE

    7.172,48
    +25,80 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.441,30
    +279,50 (+0,96%)
     
  • NASDAQ

    14.029,75
    -95,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1292
    -0,0023 (-0,04%)
     

Colecionadores de vinhos no Brasil ganham opção de e-commerce

·1 minuto de leitura
Close up of young Asian woman walking through supermarket aisle and choosing a bottle of red wine from the shelf in a supermarket
Até o momento, o site da Winetrader contabiliza 500 vinhos raros disponíveis, mas a expectativa é de que, até o final do ano, o catálogo passe a ofertar mais de 3.000 rótulos

A Winetrader, empresa brasileira de e-commerce, anunciou o lançamento de um marketplace de vinhos específico para colecionadores.

Inspirado em modelo que tem muita aceitação nos Estados Unidos, os colecionadores poderão comprar e vender rótulos distintos e premium. Para assegurar essa exclusividade, todas as garrafas vendidas na plataforma precisam passar por uma vistoria para provar a autenticidade.

Leia também:

O marketplace é voltado para os apreciadores de alto poder aquisitivo, no entanto, há vinhos disponíveis por valores a partir de R$ 100. O rótumo mais caro do Winetrader custa R$ 30.000.

Até o momento, o site da Winetrader contabiliza 500 vinhos raros disponíveis, mas a expectativa é de que, até o final do ano, o catálogo passe a ofertar mais de 3.000 rótulos.