Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.591,41
    -172,59 (-0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.435,45
    +140,65 (+0,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,55
    -0,21 (-0,19%)
     
  • OURO

    1.820,80
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    20.303,38
    -481,36 (-2,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    439,79
    -10,27 (-2,28%)
     
  • S&P500

    3.821,55
    -78,56 (-2,01%)
     
  • DOW JONES

    30.946,99
    -491,31 (-1,56%)
     
  • FTSE

    7.323,41
    +65,09 (+0,90%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    26.714,41
    -335,06 (-1,24%)
     
  • NASDAQ

    11.669,50
    -4,75 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5436
    -0,0005 (-0,01%)
     

Colecionador abre museu da Apple com mais de 1.600 peças

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Depois de juntar diversos itens da Apple ao longo dos últimos anos, o colecionador e arquiteto Jacek Lupina decidiu abrir o seu próprio museu. A instalação está localizada na Polônia, e foi identificada pelo seu fundador como a maior exposição do tipo no planeta.

Os visitantes poderão aproveitar um espaço de 350 metros quadrados totalmente dedicados à história da Apple. Os mais de 1.600 itens são exibidos em ciclos temporários, por conta das limitações físicas do local.

Logo na entrada, Lupina posicionou uma réplica do Apple 1, primeiro computador pessoal desenvolvido por Steve Jobs e Steve Wozniak em 1976 — a placa-mãe do dispositivo ainda é autografada pelo próprio Wozniak.

Além de dispositivos diversos como iPhones, iPods e iPads, também estão presentes computadores Apple, Macintosh e NeXT. A decoração do museu traz peças publicitárias antigas nas paredes, como a campanha “Think Different” feita entre os anos de 1997 e 2002.

As exposições também contam com partes interativas, em que o visitante pode escolher qual parte da história deseja explorar em cada momento. No total, são mais de 100 horas de vídeo disponíveis para seleção.

Museu da Apple conta com produtos de diferentes eras (Imagem: Reprodução/Apple Muzeum Polska)
Museu da Apple conta com produtos de diferentes eras (Imagem: Reprodução/Apple Muzeum Polska)

De acordo com o fundador do museu, o objetivo da exposição é demonstrar como a tecnologia avançou ao longo das últimas décadas.

“Meu objetivo é fazer com que os visitantes vejam como foi o começo, como tudo era mais simples e primitivo. O Apple 1, por exemplo, era feito de madeira! Nada próximo do que temos hoje.”

Lupina já tinha um museu em sua própria casa desde 2017, mas decidiu migrar para um espaço separado pois não havia mais local para guardar os dispositivos. Os ingressos para a exposição podem ser comprados por meio de seu site oficial.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos