Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.114,16
    -2.601,84 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.808,56
    -587,38 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,34
    -0,37 (-0,48%)
     
  • OURO

    1.629,30
    -4,10 (-0,25%)
     
  • BTC-USD

    19.103,82
    +342,75 (+1,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    438,96
    +5,86 (+1,35%)
     
  • S&P500

    3.655,04
    -38,19 (-1,03%)
     
  • DOW JONES

    29.260,81
    -329,60 (-1,11%)
     
  • FTSE

    7.020,95
    +2,35 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    17.855,14
    -78,13 (-0,44%)
     
  • NIKKEI

    26.431,55
    -722,28 (-2,66%)
     
  • NASDAQ

    11.315,50
    -61,25 (-0,54%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1805
    +0,0829 (+1,63%)
     

Colapso de semicondutores nos EUA não poupa uma única ação

(Bloomberg) -- As vendas de computadores estão em queda, as apostas contra as ações de semicondutores aumentam e os EUA apertam as restrições de exportação. Para os investidores do setor de microprocessadores, as perspectivas ficam cada vez mais sombrias.

Depois de subir em julho com o resto do setor de tecnologia, as ações das empresas envolvidas na produção de semicondutores afundam novamente em meio a constantes avisos sobre a queda da demanda. O índice de semicondutores da Filadélfia despencou quase 10% em agosto, cerca de duas vezes a perda do índice Nasdaq 100. Destaques do setor como Nvidia voltam a flertar com as mínimas alcançados há dois meses.

Com o Federal Reserve mostrando poucos sinais de abrandar os aumentos de juros, alguns em Wall Street preveem que a turbulência está apenas começando. Os fabricantes de chips são forçados a conter a produção após anos de expansão.

Analistas do Citigroup disseram esta semana que esperam mais 25% de declínio no índice de semicondutores, com a desaceleração da demanda se espalhando de computadores pessoais e celulares para carros e produtos industriais.

“Acho que continuaremos a ver ventos contrários em toda a linha durante o outono”, disse Michael Matousek, operador-chefe da US Global Investors. “Podemos não ver uma virada no ciclo até que o Fed comece a reduzir juros ou pelo menos mantê-las estáveis.”

O índice de chips já caiu 36% em relação ao recorde de 27 de dezembro, com todas as 30 ações do indicador de referência em queda nesse período. A Nvidia, que tem o pior desempenho, perdeu mais da metade de seu valor. Até quarta-feira, a Wolfspeed, fabricante de chips automotivos e industriais, era o único papel com um ganho ínfimo no período, mas ele se apagou com uma queda de mais de 4% da ação na quinta-feira.

A Seagate Technology, maior fabricante de discos rígidos cortou sua previsão de receita para o trimestre atual na quarta-feira, citando deterioração das tendências econômicas e “comportamento de compra cauteloso” de empresas em todo o mundo e clientes de nuvens nos EUA. A Dell na semana passada deu um perspectiva pessimista para o segundo semestre, alertando para “comportamento mais cauteloso do cliente”.

Nvidia despencou mais de 7% na quinta-feira após alertar que novas regras para as exportações de chips de inteligência artificial para a China podem afetar centenas de milhões de dólares de receita.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2022 Bloomberg L.P.