Mercado fechará em 28 mins
  • BOVESPA

    119.560,33
    -4,11 (-0,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.932,92
    +533,12 (+1,10%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,73
    -0,90 (-1,37%)
     
  • OURO

    1.813,80
    +29,50 (+1,65%)
     
  • BTC-USD

    55.683,04
    -1.600,36 (-2,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.447,82
    -23,60 (-1,60%)
     
  • S&P500

    4.182,72
    +15,13 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.422,53
    +192,19 (+0,56%)
     
  • FTSE

    7.076,17
    +36,87 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.637,46
    +219,46 (+0,77%)
     
  • NIKKEI

    29.331,37
    +518,77 (+1,80%)
     
  • NASDAQ

    13.506,75
    +15,75 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3711
    -0,0558 (-0,87%)
     

Colapso da Archegos pode custar US$ 10 bilhões a bancos globais

Jan-Patrick Barnert
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Bancos devem registrar perdas de US$ 10 bilhões com o colapso da Archegos Capital Management, segundo analistas do JPMorgan Chase.

Analistas do setor bancário do JPMorgan haviam estimado anteriormente uma faixa de US$ 5 bilhões a US$ 10 bilhões nos dias após o colapso da Archegos e elevaram o valor após incluir números divulgados pelo Credit Suisse e Nomura e estimativas de alavancagem do fundo.

“Embora a Archegos fosse um family office, a alavancagem aplicada parece ser de um fundo de hedge”, escreveram analistas liderados por Kian Abouhossein em relatório. Isso sugere US$ 10 bilhões em capital com alavancagem de seis a oito vezes em posições de US$ 60 bilhões a US$ 80 bilhões, disseram.

“As ‘PBs' específicas da Archegos são responsáveis pelas altas perdas”, escreveram os analistas em referência à sigla para as divisões de “prime brokerage”, que permitiram à Archegos acumular apostas concentradas. O JPMorgan culpou a má gestão do risco e falta de disciplina levando em conta o histórico do fundador Bill Hwang, e disse que o problema não representa um risco sistêmico para o setor de banco de investimento.

O Credit Suisse foi o mais atingido pela crise e anunciou uma despesa estimada em 4,4 bilhões de francos suíços (US$ 4,7 bilhões) associada ao seu relacionamento com a Archegos.

A Nomura também divulgou perda potencial de US$ 2 bilhões, e outros bancos foram afetados. O Mizuho Financial enfrenta cerca de 10 bilhões de ienes (US$ 90 milhões) em perdas estimadas ligadas à Archegos, de acordo com uma pessoa com conhecimento do assunto.

O colapso pode atrair escrutínio regulatório e possíveis multas para os bancos envolvidos, disseram analistas do JPMorgan na segunda-feira, acrescentando que a alavancagem no setor não é excessiva.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.